Lucélio Cartaxo não aceita dubiedade no PT, ‘Couto’ reflita e venha defender o projeto da legenda

Lucélio ptPor falta de recados não foi. Mais uma vez a militância do partido dos trabalhadores PT , além de toda a cúpula tem um objetivo principal que é seguir o modelo da eleição de João Pessoa que levou Cartaxo a prefeitura da capital para as eleições em 2014. Com o processo de eleições diretas em todo Estado (PED), a legenda se fortalece e vai ganhando musculatura em prol da unidade partidária e do posicionamento que será adotado nas eleições vindoura, foi o que defendeu o presidente do diretório da capital Lucélio Cartaxo na visita ao companheiro Josias da Silva candidato que apoia o segundo turno em Santa Rita.

Foi o que expressou na visita na véspera da eleição do segundo turno em Santa Rita, aonde na oportunidade veio agradecer ao companheiro Josias da Silva pela sua vitória na capital e oferecer apoio para vencer a eleição do segundo turno em Santa Rita.

Conforme presidente do diretório da capital Lucélio Cartaxo o partido levou más de 10 mil filiados ás urnas, é o único partido no Brasil que tem força e união democrática na escolha de candidato e após a eleição alguns companheiros venham defender outro partido que tem candidato a presidente nas eleições de 2014 de oposição ao nosso partido tanto a nível nacional e estadual “ tenha dó”, esperamos que os companheiros que ocupam  cargos no governo reflitam  entregue os cargos e venha compor a base partidária e unificar toda legenda em âmbito estadual.

“Quanto mais unidade tiver o partido mais forte ele será, vamos dá a demonstração da eleição que houve na capital com um único posicionamento na construção que viabilize a unidade partidária e obedecer os parâmetros das decisões a nível nacional, e não vamos permitir esse tipo de comportamento que venha prejudicar o bom momento do partido e o projeto que é uma candidatura com partido de aliança que compõe a presidente Dilma Rousseff”, alertou  Lucélio Cartas.

O presidente do diretório da capital disse ainda, que os companheiros que ocupam cargos no governo tem prazo para entregar e recompor a base aliada do partido, não tem sentido o partido se esforçar e companheiros nosso defender um projeto de outro partido a exemplo do deputado Federal Luis Couto.

“ Não queremos fazer caça as bruxas, Luis Couto anda sempre na contra mão do partido, queremos fortalecer a unidade partidária em todo o Estado, e construir e defender o projeto a exemplo da capital que acreditamos e as eleições estão encima e teremos que decidir o posicionamento do partido após o segundo turno do PED”, concluiu Lucélio.

 

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.