Luiz Couto e Walber Virgulino serão ouvidos em audiência da Operação Squadre nesta 2ª

O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) e o secretário de Estado da Administração Penitenciária, Valber Virgulino, serão ouvidos na manhã desta segunda-feira (17), no Fórum Criminal da comarca de João Pessoa, na condição de testemunhas, em audiência de instrução do processo relativo ao Grupo 3, da investigação da Operação Squadre. A audiência, que será conduzida pelo juiz Geraldo Emílio Porto, está prevista para ter início às 9:30 h.

A Justiça vai, também, ouvir nesta segunda-feira 08 testemunhas dos 14 réus envolvidos e denunciados pelo Ministério Público.

Na última terça-feira (11), a Justiça ouviu o delegado da Polícia Federal, Milton Rodrigues Neves, que comandou a operação Squadre, deflagrada em 2012.

A Operação Squadre foi deflagrada, inicialmente, com o objetivo de identificar e desarticular grupos milicianos acusados de praticar crimes de tráfico e comércio ilegal de armas e munições. Mas, a partir das interceptações telefônicas, foram descobertos novos crimes como segurança privada armada clandestina, extorsão, corrupção, lavagem de dinheiro e extermínio de pessoas.

Tudo será apurado durante a instrução processual que está prevista para finalizar em abril, de acordo com o juiz José Geraldo Porto, diretor do Fórum Criminal da Capital e responsável pela condução das audiências.

*Caso* – A ação conjunta entre MP e PF resultou na prisão de 40 integrantes, sendo 20 policiais militares e civis. Desde que a quadrilha foi desarticulada, a Justiça já ouviu aproximadamente 80 testemunhas, sendo 40 do Grupo 1 e 40 do Grupo 2.

O juiz Geraldo Porto informou que a instrução relativa aos réus pertencentes ao Grupo 1 já foi encerrada, e o processo se encontra com o Ministério Público Estadual na fase de alegações finais. Já os réus do Grupo 2, todos já foram sentenciados e o processo se encontra em grau de recurso.

Ascom