João Pessoa 13/12/2018

Início » Notícias » Lutador acusado de agredir ex-mulher é condenado a sete anos de prisão

Lutador acusado de agredir ex-mulher é condenado a sete anos de prisão

A sentença foi lida no final da tarde da última quinta-feira(29)

lutador de jiu-jitsu, Leonardo de Oliveira Gonçalves foi condenado a sete anos de prisão. Em 2015 o lutador espancou a ex-mulher e um amigo dela em São José do Rio Preto, no estado de São Paulo. Ele era acusado de tentativa de homicídio e agressão.

A sentença foi lida no final da tarde da última quinta-feira(29). Durante o julgamento o advogado do réu, Mário Guioto Filho, alegou que o lutador surtou e que não teve a intenção de matar a ex-mulher e o comerciante. “Ele ficou tomado de uma emoção e não controlou os ânimos. Os laudos médicos das vítimas não indicam risco à vida.”

O crime que ocorreu em fevereiro de 2015 e chocou devido as imagens registradas por uma câmera de segurança da loja de equipamentos de mergulho, onde ocorreram as agressões. Nas imagens é possível ver o momento em que o lutador invade o estabelecimento e agride brutalmente a ex-mulher e o dono do local.

Minuto ao Minuto