João Pessoa 15/12/2018

Início » Variedades » Macaca vence o Coxa e entra no G4 da Série B em momento decisivo

Macaca vence o Coxa e entra no G4 da Série B em momento decisivo

Com um grande público no Estádio Moisés Lucarelli, a Ponte Preta venceu o Coritiba por 2 a 0, e entrou de vez na luta pelo acesso ao chegar à vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro com uma incrível arrancada liderada pelo técnico Gilson Kleina. Com o resultado, a Macaca chegou aos 59 pontos e não deve deixar o G4 ao final da penúltima rodada. O Coxa, que não luta por mais nada, é o décimo, com 49 pontos.

A equipe campineira abriu a contagem aos quatro minutos do primeiro tempo, após arrancada incrível de Ruan, que correu todo o campo e cruzou para Leandro Silva completar para dentro do próprio patrimônio. Júnior Santos, aos 38 minutos, amplio a vantagem.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o Avaí, sábado, dia 24, na Ressacada, em Florianópolis. Já o Coritiba encara o Fortaleza, no mesmo dia, no Estádio Couto Pereira.

O jogo – Precisando do resultado, a Macaca começou impondo o ritmo da partida, mas com dificuldade para criar no campo de ataque. Mas, aos quatro minutos, Ruan pegou sobra de bola após cobrança de escanteio, correu quase todo o campo em alta velocidade e cruzou para Leandro Silva colocar para dentro das próprias redes para abrir o placar. O alviverde tentava tocar bola, mas não passava do meio-campo.

Troca de passes no ataque coxa-branca, aos 13 minutos, e a bola abriu para Simião, sozinho, arrematar de primeira na arquibancada. Aos 16 minutos, Guilherme Parede recebeu com liberdade e mandou para a rede, mas o árbitro anotou o impedimento. O ritmo da Ponte caiu após o gol e o Coritiba buscava reagir, porém, apenas tocava de lado.

Bola com perigo mesmo apenas aos 33 minutos, com Leandro Silva subindo na área e testando para o lado certo, mas por cima da meta. A resposta, entretanto, foi fatal. Júnior Santos recebeu no meio da defesa, aos 38 minutos, invadiu a área e fuzilou no cantinho para ampliar o placar.

Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem alterações. Aos cinco minutos, Chiquinho arriscou o chute de fora da área e Ivan caiu no cantinho para fazer a defesa. O Coxa retornou com mais ação. Aos seis, Chiquinho cobrou falta para trás, e Matheus Bueno isolou a bola. O ritmo da partida continuava fraco, com muitos erros nos dois lados. Aos 13 minutos, João Vitor deu uma entrada mais dura em Matheus Bueno e recebeu cartão vermelho direto.

O Alviverde foi para frente para aproveitar a vantagem numérica. Aos 19 minutos, Chiquinho levantou na área, Alan Costa desviou, mas Alecsandro entrou em impedimento na sequência. O jogo era muito faltoso, com algumas entradas mais fortes do que o necessário. A reação do Coxa parava na defesa bem postada da Ponte e em sua própria fragilidade em criar boas jogadas. Aos 38 minutos, Danilo Barcelos cobrou falta tentando surpreender Rafael Martins, que se recuperou e fez bela defesa. Sete vitórias em oito jogos coloca a Macaca com um pé na Série A faltando uma rodada.

PONTE PRETA 2 X 0 CORITIBA

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 13 de novembro de 2018, terça-feira
Horário 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Cartões amarelos: Nathan (Ponte Preta); Guilherme, Rafael Lima (Coritiba)
Cartão vermelho: João Vitor (Ponte Preta)

Gols
PONTE PRETA: Leandro Silva (contra), aos 4 minutos, e Júnior Santos, aos 38 minutos do primeiro tempo

PONTE PRETA: Ivan, Ruan, Renan Fonseca, Reginaldo e Danilo Barcelos; Joao Vitor, Lucas Mineiro, Victor Rangel (Nathan) e Matheus Vargas, André Luís (Hyuri) e Júnior Santos.
Técnico: Gilson Kleina

CORITIBA: Rafael Martins; Leandro Silva, Alan Costa, Rafael Lima e William Matheus; Vitor Carvalho, Simião (Guilherme), Matheus Bueno (Jonatas Belusso) e Chiquinho (Nathan); Guilherme Parede e Alecsandro.
Técnico: Argel Fucks

Gazeta Esportiva