Macaco-prego é herói de filme franco-brasileiro “Amazônia”

macaco pergoEstreou na França o filme Amazônia, uma fábula em 3D sobre um macaco-prego criado em cativeiro, um artista de circo. Um belo dia, o avião em que viaja cai em plena floresta. E aí começam as aventuras do macaquinho urbano diante da imensidão verde. Abandono, amizade, aventuras, amor e grandes decisões cruzam o caminho do personagem.

O projeto foi iniciado há dois anos. A direção ficou a cargo de Thierry Ragobert, que já tinha sido assistente em documentários do Capitão Cousteau na Amazônia. O elenco principal inclui 40 macacos-pregos, onças, boto, jacarés, tatus e bichos-preguiça, entre outros. Entre os figurantes, estão outros cinco mil animais. A equipe técnica contou com 80 pessoas.

A mensagem ecológica do filme é a necessidade de “se proteger o que se ama”, explica o diretor. O fotógrafo brasileiro Araquém Alcântara foi o diretor criativo do projeto e autor das fotos das filmagens. Alcântara é um dos precursores da foto de natureza no Brasil e já viajou mais de 200 vezes à Amazônia.

Livros

O filme Amazônia é acompanhado por três lançamentos editoriais, todos com fotos de Araquém Alcântara. O volume Amazônia traz um panorama da região, com textos de Thierry Piantanida cobrindo os temas ecossistema, população, ameaças e making of do filme. Um segundo livro retoma o tema para o público infanto-juvenil e um terceiro tomo reconta a história do filme para as crianças menores.

O filme entra em cartaz no Brasil em janeiro de 2014.

 

NOTICIÁRIO iNTERNACIONAL