Mãe da namorada de Cristiano Araújo diz que os dois tinham planos de se casar

mãe de alanaO namoro com Allana de Moraes, dez anos mais nova, começou de uma amizade. Segundo a mãe da jovem, Miriam de Moraes, a filha conheceu o sertanejo há dois anos e dois meses em uma festa de uma amiga em comum. “Durante um ano, eles se conheceram apenas como amigos e o namoro só começou nos últimos 14 meses”, explicou em entrevista ao Jornal Hoje.

Segundo ela, no início, o pai da menina foi contra, mas depois percebeu que a filha era feliz ao lado do cantor e consentiu. “Eu era a única que sabia no começo”, conta.Acompanhe aqui todas as notícias sobre o acidente que matou o cantor e a namoradaA mãe de Allana revelou que no dia 12 de maio deste ano, Dia dos Namorados, Cristiano presenteou Allana com um anel de compromisso. “Ele comprou uma aliança e deu a ela. Mas ficou folgada e eles tiveram que mandar apertar. Ela não chegou a colocar o anel no dedo”, lamenta.

A mãe contou ainda que os dois tinham planos de se casar. “Ele sempre falou para ela que queria casar. Era algo que eles já pensavam”. Miriam lembrou que na última vez que viu a filha, ela estava se preparando para acompanhar Cristiano nos shows do período junino.

Allana já havia reclamado do medo de viajar de avião, mas na estrada se sentia mais tranquila. “Ela já tinha viajado várias vezes e nunca teve nada. Não tinha problema”, lembrou a mãe.

Acidente de carro em Goiás
“Sei que seu coração falou de mim. Sei que ele falou que eu tô fazendo falta”. Os primeiros versos da canção Maus Bocados, um dos maiores sucessos do cantor sertanejo Cristiano Araújo, 29 anos, agora têm um significado diferente para seus fãs, amigos e familiares.

É que o músico e a namorada Allana Coelho Pinto de Moraes, 19 anos, morreram, ontem, em um acidente de carro na rodovia BR-153, entre as cidades de Goiatuba e Morrinhos, em Goiás. Eles voltavam para casa depois de um show na cidade de Itumbiara, a 200 km de Goiânia, uma das 17 apresentações agendadas para o mês de junho.

Antes disso, o músico passou pela Bahia em quatro apresentações. Primeiro em Irecê, no sábado, depois em Camaçari e Santo Antônio de Jesus, no domingo, e em Salvador, na segunda. “Obrigado pelo carinho galera! Espero poder voltar mais vezes!”, escreveu no Instagram depois dos shows. E voltaria, amanhã, para sua performance na festa junina de Eunápolis, a 650 km da capital baiana.

Mas não vai haver um bis. Porque por volta das 3h15, a Land Rover em que o artista e a namorada estavam – e que ainda trazia o empresário Vitor Leonardo e o motorista Ronaldo Miranda Ribeiro – saiu da pista na altura do km 614 da rodovia e capotou no canteiro central. Cristiano e Allana, que estavam no banco de trás, foram arremessados para fora do veículo, o que, segundo disse o delegado da Polícia Civil de Goiás em entrevista ao G1, indica que os dois estavam sem o cinto de segurança.

A jovem morreu na hora. O cantor ainda foi socorrido e levado em estado grave para o Hospital Municipal de Morrinhos, onde recebeu os primeiros atendimentos. Depois ele foi transferido de helicóptero para Goiânia, mas chegou ao Hospital de Urgência com morte encefálica. Os outros ocupantes sofreram ferimentos leves e foram encaminhados para um hospital na capital goiana.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, “um conjunto de fatores pode ter influenciado no acidente: sono do motorista, que tinha acabado de sair de um show; velocidade maior que a permitida, já que a rodovia está em bom estado de conservação e o capotamento gerou danos muito grandes ao veículo; talvez até uma falha mecânica no carro ou um pneu estourado”.

Luto  O pai do músico, José Reis de Araújo, ficou inconformado com a morte do filho. “É uma tristeza muito grande. Será que Deus existe? Todos os dias faço uma oração pedindo que Deus acompanhe ele nas viagens. Entro no carro ou no avião e faço uma oração. Eu não estava com ele ontem. Será que Deus existe?”, disse ao G1. A irmã do cantor, Ana Cristina de Melo, também se manifestou. “Não acredito nisso. Meu irmãozinho do coração”, lamentou.

Cristiano deixou dois filhos, seus príncipes, como costumava chamar João Gabriel, 6 anos, e Bernardo,  2 anos.

A mãe de Allana, Miriam de Moraes, contou que o casal estava junto há um ano e dois meses e que a filha estava muito feliz ao lado do sertanejo. “Ela adorava poder acompanhar ele nos shows. Na última vez que nos vimos falamos pouco. Ela estava com pressa para ir porque ele já a esperava lá em baixo. Descemos o elevador, falei: ‘Filha, vai com Deus’. Ela disse amém, como sempre falava”, recordou em entrevista para o Jornal Hoje.

Miriam já havia perdido o filho caçula, Thales Coelho Pinto de Moraes, há quatro anos, vítima de leucemia. “Quando perdi o Thales, cresci muito espiritualmente. Tenho certeza que ela está bem junto com o meu filho e em paz”, disse.

Fãs de todo o Brasil demostraram sua tristeza através de mensagens em redes sociais. A sul-mato-grossense Luz Marina, que mora há 12 anos em Salvador e esteve no show do artista no Pelourinho, contou que foi à festa com o marido e amigos. “Dançamos, vibramos e ainda tietei tirando uma foto com ele. E hoje acordei com essa notícia triste. Que Deus lhe dê um bom lugar porque era uma pessoa maravilhosa. Deixa muita saudade”, comentou.

O velório do músico e da namorada começou ontem às 19h, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, reservado para familiares, e, às 20h, foi aberto para os fãs. O enterro acontece hoje, às 11h, no Cemitério Jardim das Palmeiras.

Trajetória  Natural de Goiânia, em Goiás, Cristiano nasceu no dia 24 de janeiro de 1986 e graças à veia artística da família – seus bisavós, avós, pais e tios também eram músicos – começou cedo a carreira. Aos 6 anos ganhou dos pais o primeiro violão. Com 9 anos passou a participar de festivais e eventos locais e a compor suas próprias canções. Com 13 anos, gravou seu primeiro disco, com cinco canções.

Aos 17 anos, formou a dupla sertaneja Cristiano & Gabriel, que se desfez em 2009. No ano seguinte, retornou à carreira solo e gravou a música Efeitos, seu primeiro sucesso com mais de 5 milhões de visualizações no Youtube. Ele ainda brilhou com canções como Cê que Sabe, Bará Bará e Maus Bocados. Seu último álbum foi o In the Cities – Ao Vivo em Cuiabá, lançado em 2014. Este ano, ele trouxe o show deste disco para o Festival de Verão, onde celebrou seu último aniversário.

Artistas prestam homenagens para cantor em redes sociais
Muitos artistas enviaram mensagens para os fãs e familiares do sertanejo através de redes sociais. O cantor Leonardo, padrinho musical de Cristiano, publicou uma nota em seu perfil no Facebook. “Muito triste! Menino talentoso demais, de uma bondade indescritível! Difícil de acreditar!! Como driblar essa dor enorme, meu Deus !! Meu carinho a João Reis e Dona Zenaide!! Que Deus conforte essas famílias!! #CristianoAraújo amigo descanse em paz!!”, desejou.

A dupla Jorge & Mateus escreveu em seu Instagram: “Nosso irmãozinho! Quanta tristeza. Vá com Deus menino de ouro”. A dupla Zezé Di Carmargo & Luciano também postou no Twitter uma mensagem para o músico. “Só podemos pedir a Deus que dê força a todos nesse momento! Que o Senhor te receba amigo e a Allana”, escreveu.

A cantora Mari Antunes, que esteve com Cristiano em sua apresentação no Pelourinho, estava consternada. Em entrevista ao CORREIO, a vocalista da Babado Novo revelou que ficou amiga dele após uma apresentação que fizeram no programa Música Boa Ao Vivo, do pagodeiro Thiaguinho.

Depois disso, o cantor a convidou para gravar a música Confesso, a última que ele registrou e que seria lançada no mês que vem. “Tivemos contato em alguns programas de TV, mas o contato maior foi na gravação da canção Confesso, música no qual fizemos um clipe e que seu lançamento seria no início de julho. Virei fã do seu trabalho e da sua pessoa, como era humilde e acolhedor, era exemplo de caráter, intérprete e cantor. Soube da notícia logo que acordei, como dói, que tristeza”, lamentou.