Mãe e companheira são presas suspeitas de matar e esquartejar criança de 9 anos

Mãe e companheira são presas suspeitas de matar e esquartejar criança de 9 anos

Uma das suspeitas é mãe de Rhuan Maycon da Silva Castro. Ela tentou esconder dentro de um bueiro partes do corpo do filho em uma mala, na quadra QR 425 de Samambaia, mas foi flagrada por jovens que jogavam bola, por volta das 1h30. Eles suspeitaram da atitude de Rosana Auri da Silva Cândido, de 27 anos, e ao abrirem a mala encontraram partes da vítima.

Os jovens acionaram a Polícia Civil e outras duas mochilas com membros do menino foram encontradas na casa de Rosana. A companheira dela, Kacyla Pryscila Santiago Damasceno Pessoa, 28, também foi presa por suspeita de participação no crime. As duas confessaram o homicídio à polícia.

Uma menina de 8 anos também estava na casa e foi levada para um abrigo pelo Conselho Tutelar e vai passar por exames no IML (Instituto Médico Legal).

A Polícia Civil afirma que Rhuan foi morto enquanto dormia por golpes de faca. Antes de esquartejar o corpo, tentaram queimá-lo na churrasqueira, mas desistiram por conta do cheiro, segundo agentes do 26º DP.

O delegado adjunto, Guilherme Sousa Melo, afirmou ao jornal Correio Braziliense que o crime foi premeditado, já que as mulheres compraram a faca e o carvão na véspera. Melo afirmou ao jornal que Rosana via o filho “como a fonte de todos os problemas e o vinculava com o pai”, de quem relatou ter sido vítima de agressões e abusos.

As duas mulheres são originais de Rio Branco, no Acre, de onde se mudaram para o Distrito Federal há 2 anos.

Yahoo