Mãe que teve filho assassinado fica cara a cara com suspeito e diz perdoá-lo

mae perdoaO depoimento da dona de casa, Maria Nice, mãe de Daniel da Silva, assassinado em dezembro de 2012 no bairro Colinas do Sul, Zona Sul de João Pessoa, comoveu toda a sociedade paraibana nesta terça-feira (26).

Durante coletiva de imprensa, realizada pela Polícia Civil, na Central de Polícia, localizada no bairro do Varadouro, para apresentação de quatro jovens suspeitos de assassinatos e outros crimes na Capital paraibana, ela esteve cara a cara com Alisson Lima dos Santos, apontado pelas autoridades policiais como responsável pelo assassinato do filho da dona de casa.

Em um gesto surpreendente, Maria Nice perdoou Alisson e reveou não nutrir raiva do assassino de seu filho. “Você está perdoado, mas eu nunca vou lhe visitar onde você estiver porque eu não tenho coragem. Eu não tenho um pingo de ódio de você, Alisson, eu só oro todos os dias. Você não me deixou olhar nos olhos do meu filho antes dele morrer”, completou ela.

O vídeo foi veiculado nesta terça-feira (26), na TV Correio HD. Além de homicídios, Alisson é acusado de roubos e tráfego de drogas na Capital paraibana.

O crime – O jovem Daniel da Silva foi morto à queima-roupa no dia 12 de dezembro de 2012, no bairro Colinas do Sul, na Zona Sul de João Pessoa.

Demais presos – Além de Alisson foram presos três outros jovens acusados de crimes na Capital. Maciel José de Sousa e Paulo Renan Ferreira dos Santos, foram apontados como os participantes de um tiroteio que feriu gravemente três crianças no Bairro do Renascer, no mês de setembro deste ano e Joseilton dos Santos, acusado de assassinato no bairro do Mandacaru, em 2010.

CabulosoPB