Mais de 200 gestores da Paraíba estão na lista dos 'inelegíveis' apontados pelo TCU - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Mais de 200 gestores da Paraíba estão na lista dos ‘inelegíveis’ apontados pelo TCU

gestores ficha sujaO Tribunal de Contas da União (TCU) enviará ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a lista com mais de 6 mil gestores de todo o país que tiveram contas rejeitadas. Quem constar dessa lista será enquadrado na Lei da Ficha Limpa e não poderá disputar mandatos eletivos deste ano. Segundo o presidente do TCU, ministro Augusto Nardes, da Paraíba são mais de 200 gestores que terão os nomes encaminhados à Justiça Eleitoral.

Nessa segunda-feira (19), em Campina Grande, o presidente do TCE, conselheiro Fábio Nogueira, já tinha revelado que estará encaminhando ao Tribunal Regional Eleitoral, também nos próximos dias, uma lista com mais de 540 nomes de gestores públicos que tiveram as contas reprovadas e que, portanto, estariam impedidos de se candidatar este ano.

Augusto Nardes defendeu que as cortes de contas trabalhem mais na prevenção, para que evitar desvios de recursos públicos e orientar, uma nova forma de trabalhar, junto com o Tribunal de Contas do Estado, e junto com todos os tribunais do Brasil. “Vamos fazer as chamadas ‘auditorias coordenadas’, que é mostrar como é que está a educação, como está a entrega da educação, mostrar como está a saúde, como é que está a segurança”, disse.

João Augusto Ribeiro Nardes participou, nesta terça-feira (20), em João Pessoa, da sétima edição estadual do Diálogo Público, realizado no Hotel Tambaú. Esse encontro é promovido pelo TCU e pelo Tribunal de Contas do Estado e foi aberto com a presença do governador Ricardo Coutinho e do prefeito Luciano Cartaxo. Também participaram o presidente da Assembleia legislativa, deputado Ricardo Marcelo (PEN), e o presidente da Câmara de Vereadores de João Pessoa, vereador Durval Ferreira (PP).

Para o presidente do TCU, é inaceitável que no Brasil não tenha um trabalho integrado de segurança no país. “O controle se antecipa, faz um trabalho preventivo que, desta forma, a gente pode racionalizar e entregar com mais eficiência, com mais qualidade os produtos. As pessoas morrerem sem dignidade nos hospitais, nos corredores. Isso está acontecendo em todo o Brasil e é inaceitável”, comentou.

A edição paraibana do Diálogo Público é uma parceria do TCU com o TCE-PB, a Controladoria-Geral da União, a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), Focco-PB (Fórum Paraibano de Combate à Corrupção) e o Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba (CRCPB).

Durante o evento foram ministradas palestras com o procurador geral do Ministério Público junto ao TCU, Sérgio Ricardo Costa Caribe (O Papel do Controle Externo na Promoção da Acessibilidade), o auditor do TCU Luiz Geraldo Santos Wolner (Controles Internos: Gestão de Risco) e o coordenador do Núcleo de Ação de Prevenção da Controladoria Geral da União na Paraíba, Gabriel Aragão Wright (Acesso à Informação e Transparência).