João Pessoa 20/04/2019

Início » Câmara em foco » MAIS UM GOLPE: 8 (oito), Vereadores de Santa Rita, vão a justiça pedir anulação da mesa diretora da Câmara Municipal.

MAIS UM GOLPE: 8 (oito), Vereadores de Santa Rita, vão a justiça pedir anulação da mesa diretora da Câmara Municipal.

O Presidente da Câmara Municipal de Santa Rita, Vereador Saulo Gustavo Souza Santos (Podemos), revelou nesta quarta-feira (10), que mais uma tentativa de golpe está sendo orquestrada contra a sua Presidência na Mesa Diretora da Casa. Esta, já é a 2a tentativa de destituir o Vereador que foi eleito de forma legítima ao Cargo de Presidente. Vamos recapitular:

Na primeira tentativa de afastamento do Presidente Gustavo Souza Santos, os autores, invocaram um dispositivo regimental, que logo em seguida, foi julgado Inconstitucional pelo Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba. Assim, o parlamentar teve seu mandato e, consequentemente, o cargo devolvido. Eis, que agora, cerca de um ano depois da primeira tentativa, mais um golpe é orquestrado. Dessa vez, cerca de 8 (oito) dos 19 (dezenove) Vereadores, ingressaram com ação na 5a Vara Mista Cumulativa de Santa Rita, pedindo o afastamento de Gustavo Souza Santos da Presidência. Cabe destacar, que tais vereadores fazem parte da base de sustentação do Prefeito Emerson Panta. Veja quem são:

IVONETE DE BARROS RAMOS (PSD).
DIOCELIO RIBEIRO DE SOUZA (PSL).
ROSELI DINIZ DA SILVA (PC DO 😎.
ANÉSIO ALVES DE MIRANDA FILHO (PSB).
BRUNO INOCÊNCIO DA NÓBREGA (PR).
FRANCISCO MORAIS DE QUEIROGA (PODEMOS).
FRANCISCO DE MEDEIROS SILVA (PRB).
SERGIO
ROBERTO DO NASCIMENTO (PSDB).

Um outro ponto que merece importantíssimo destaque, é o fato de que recentemente o Presidente Gustavo, relatou ao Programa Correio Manhã apresentado por Samuka Duarte e Bruno Pereira, pela Rádio Correio (98 FM), que uma fonte segura o informou sobre suposta trama envolvendo alguns de seus pares e advogados ligados à Prefeitura do Município. A trama, teria o objetivo de tirá-lo da Presidência por causa das denúncias acatadas por maioria dos presentes no Plenário. As CPIs, passaram a investigar supostas irregularidades cometidas pelo Poder Executivo. Ainda de acordo com o informante, os advogados ligados à edilidade executiva da Cidade teriam prometido garantir o deferimento da liminar. Gustavo Santos, disse em sua participação no referido Programa, que confia na idoneidade da Justiça e que em outros momentos quando recorreu ao Poder judiciário, teve seus direitos assegurados.

O que intriga, é que dias depois ficou comprovado mediante presente ação impetrada por estes Vereadores já listados acima, de que sim, uma grande manobra para afastá-lo do Cargo, a todo custo, vem sendo executada.

É considerável lembrar que esses mesmos legisladores que ora pedem o afastamento do Presidente, votaram na atual composição da Mesa. Com a exceção de ANÉSIO ALVES DE MIRANDA. Gustavo Santos, obteve 18 (dezoito) dos 19 (dezenove) votos, sendo reconduzido ao Cargo de Presidente para o Biênio (2019/2020).

Por qual razão, estes Vereadores, só agora, decidiram tirar o Presidente do Cargo, tendo eles próprios, com a devida ressalva observada acima, votado para que o mesmo fosse reeleito ao Cargo de Presidente? O que estaria por trás disso?

Foi com a intenção de obter essa resposta que o Advogado Criminalista, Dr. João Alves Júnior, cidadão santaritense que vem apresentando diversas denúncias nos órgãos competentes contra os Poderes Executivo e Legislativo, ingressou na ação como (AMICUS CURIAE), um dispositivo que permite um estranho ingressar na ação para auxiliar o julgador, conforme artigo 138 do novo Código de Processo Civil

O advogado fez a juntada de uma série de documentos junto a 5a Vara Mista Cumulativa de Santa Rita. Tratam de diversos áudios, vídeos e outros documentos que foram amplamente divulgados nas redes sociais, portais de notícias e blogs contendo gravações que revelam supostos acertos entre alguns membros do Poder legislativo com o Executivo. De acordo com o advogado, todos os documentos, áudios e vídeos protocolados devem passar por perícia para efetiva comprovação. A guerra está longe de acabar, mais o final é certo, muita gente vai parar na cadeia.

Paraiba Urgente