Manoel Jr representa Cartaxo em encontro de prefeitos do BID, em Vitória

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (PMDB), participou nesta sexta-feira (20), do 3º Encontro de Prefeitos ICES – Iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis -, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da Caixa Econômica, realizado em Vitória, no Espírito Santo.

Gestores das quatro capitais brasileiras que integram o projeto trocaram durante o Encontro de Prefeitos ICES. Os chefes do Executivo de Palmas, Carlos Amastha (TO); de Florianópolis (SC), Gean Loureiro; também participaram e foram recebidos pelo prefeito Luciano Rezende e membros do secretariado municipal.

Representando o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, o vice-prefeito da cidade, Manoel Júnior, reforçou o que as cidades têm em comum e o que fazem dar certo as gestões é a transparência, a agilidade e a eficiência. “Gostamos muito de trocar experiências, pois elas não se dividem, e sim se acumulam. Somos referências em nossas regiões, e precisamos fazer que outras cidades também possam inovar e desenvolverem”, apontou.

Luciano Rezende fez o resgate das reuniões anteriores contando que primeira reunião foi em João Pessoa, em agosto. Já no último mês, o encontro aconteceu em Palmas, que agora seria a vez de Vitória e, depois, Florianópolis, no início de dezembro. Ele ressaltou que a troca de experiências entre as cidades vem fortalecendo as quatro administrações.

“Somos um grupo de cidades emergentes, com práticas sustentáveis, inovadoras e inteligentes, e vamos mantendo esse ciclo de troca de experiências. De Vitória gosto sempre salientar que temos uma administração online, horizontal, transparente, eficiente e muito ágil”, conta o prefeito Luciano.

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, afirma que essas reuniões têm sido fundamentais para os prefeitos, principalmente pela interação entre as secretarias. “Fazemos parte de 4 administrações excelentes que apresentam projetos e programas que trazem resultados. Apenas o marketing não segura índices, e por sabermos disso, agimos com ações efetivas. Juntos temos acumulado muitas experiências”, disse o prefeito, que levará para Palmas o conceito do monumento “Vitória 360º”.

Já o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, ressaltou que todas as quatros administrações têm formas parecidas na forma de se fazer gestão. “Gostamos de ver as coisas acontecendo, as ações ganhando dinamismo cada vez maior. Florianópolis tem muito a copiar, no bom sentido, de Vitória. Também apresentávamos índices importantes, mas não inovamos como Vitória. Passaremos também a estabelecer metas”, conta Loureiro.

Experiências inovadoras

O secretário de Gestão, Planejamento e Comunicação, Fabrício Gandini, foi o responsável de apresentar as experiências inovadoras de Vitória. “Falar de nossa gestão compartilhada é algo que me inspira ainda mais para sempre caminhar e construir uma gestão cada vez mais inteligente, justa e feliz”, disse.

Entre as ações e projetos apresentados por Gandini estão o agendamento online de consultas médicas, o botão do pânico, a linha verde, as escolas de tempo integral, o Escola da Vida e as bicicletas compartilhadas.

Durante a tarde, os prefeitos visitaram o prédio inteligente Dr. Dulcimar Nazaret Guimarães de Macedo (Subsecretaria de Tecnologia da Informação), o Centro de Visitação Tamar, a Escola Municipal de Ensino Fundamental em Tempo Integral (Emefti) Profª Eunice Pereira Silveira, a Unidade de Saúde Bairro do Quadro, o projeto Escola da Vida e o bairro Ilha das Caieiras.

Gestão Compartilhada

Durante o encontro, os prefeitos das outras cidades receberam da mão do prefeito Luciano Rezende o livro “A Gestão Compartilhada em Vitória”, que conta as experiências inovadoras da cidade durante os últimos 5 anos.

A decisão dos prefeitos de fazer essas reuniões aconteceu em Santander, na Espanha, durante um seminário internacional, em junho deste ano, quando os quatro prefeitos se encontraram.

Wscom