Manoel Junior afirma que caos no Trauminha de Mangabeira mostra lentidão da gestão de Cartaxo

Manoel_Junior (1)O deputado federal e pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (PMDB), voltou a criticar, nesta sexta-feira (27), a situação de caos do Hospital Ortotrauma (Trauminha) do bairro de Mangabeira, que pode ser interditado a qualquer momento pelo Conselho Regional de Medicina (CRM).

No último dia 04 de abril o CRM realizou fiscalização no hospital, constatou diversas irregularidades e fixou um prazo de 30 dias para Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) solucionar os problemas. O prazo para respostas da PMJP era inicialmente de 30 dias, foi prorrogado até a última terça-feira (24), mas até o momento a Prefeitura não se pronunciou sobre o caso.

“O Trauminha de Mangabeira recentemente foi vistoriado pelo CRM, que constatou todo tipo de irregularidade e pode ser interditado. Essa crise na verdade mostra a ineficiência e inexistência de uma política de saúde seria e planejada em nossa cidade”, afirmou.

Segundo Manoel Junior, o prefeito Cartaxo mostra mais uma vez sua lentidão para a gestão.

“É lento no desenvolvimento das obras e no cuidado com a saúde. Infelizmente a saúde e particularmente o Hospital do Trauminha estão numa situação de abandono, que beira a irresponsabilidade”, lamentou.

“Há tempos temos acompanhando a situação de penúria da saúde de João Pessoa, que já teve cinco secretários na atual gestão e o caos continua, com a falta de remédios, equipamentos, desrespeito aos profissionais de saúde. Enfim, precisamos urgentemente de uma ação enérgica dos órgãos de controle e do Ministério da Saúde para por fim ao sofrimento da população da Capital”, acrescentou.

Manoel Junior, que é médico, ressalta “que em sua gestão terá totais condições de resolver os danos causados a saúde pública da Capital pela má administração de Cartaxo”.

Assessoria Parlamentar