Manoel Júnior defende que guardas sejam treinados e capacitados para usar armas de fogo

Manoel Júnior é o prefeito em exercício de João Pessoa (Foto: Walla Santos)

O prefeito em exercício de João Pessoa, Manoel Júnior, se manifestou nesta terça-feira (5) ser favorável ao uso de armas de fogo pelos guardas municipais. “Sou favorável sim a Lei 13.022 aprovada em 2014 pela Câmara dos Deputados”, disse Manoel Júnior.

Manoel Júnior, que deixou a Câmara Federal para assumir o cargo de vice-prefeito da Capital, também comentou a decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) que deu parecer favorável á aprovação do Projeto de Lei que regulamenta o uso de armas pela guarda: “Eles têm que ser bem treinados e capacitados para o uso de arma letal”.

O vereador Eduardo Carneiro (PRTB), autor do PL P que regulamenta o uso de armas pela Guarda Municipal, destaca que muitas ocorrências policiais poderiam ser evitadas se os guardas municipais já fizessem uso do armamento.

De acordo com a lei sancionada pela então presidente Dilma Rousseff (PT) são princípios mínimos de atuação das guardas municipais: a proteção dos direitos humanos fundamentais, do exercício da cidadania e das liberdades públicas; preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas; patrulhamento preventivo; compromisso com a evolução social da comunidade e uso progressivo da força.

ClickPB