Manoel Júnior diz que João Azevedo é candidato de 2% de votos e deve desistir da disputa

Manoel Júnior diz que João Azevedo é candidato de 2% de votos e deve desistir da disputa

Manoel-J--nior-aliançaO deputado federal e pré-candidato a prefeito de João Pessoa pelo PMDB, Manoel Júnior, criticou a postura do partido do governador Ricardo Coutinho, o PSB, que continua tentando acordos para que sua campanha não vá às ruas e os peemedebistas apóiem a pré-candidatura de João Azevedo. Segundo ele, o candidato socialista não passa de 2% nas pesquisas de opinião e, por ter uma candidatura que não decola, é que deveria desistir da disputa.

Na última semana, o pré-candidato do PSB, João Azevedo, afirmou que continua com esperanças de fazer o PMDB declinar da candidatura de Manoel Júnior e, por ser da base do governo de Ricardo Coutinho (PSB), optar por apoiar sua candidatura. Ele afirmou que aguardava um diálogo mais profícuo com o PMDB com vistas a uma aliança para as eleições deste ano na Capital.

Manoel Júnior sonha em ser prefeito de João Pessoa e já tentou em outras oportunidades garantir sua candidatura, como em 2012, quando perdeu a vaga na disputa para o agora senador José Maranhão. Agora, presidindo o diretório municipal do PMDB na Capital, ele já travou embates dentro do partido, que culminaram na saída dos deputados estaduais Gervásio Maia (PSB) e Trócolli Júnior (Pros) e do vereador Fernando Milanez (PSD) do partido, para garantir seu nome na disputa e garante que está para valer na disputa.

“A possibilidade é de o PSB desistir já que o seu candidato não sai de 1% ou 2% nas pesquisas. Ele é quem tem que desistir. A pré-candidatura do PMDB não, eu sou o segundo colocado nas pesquisas e estou na frente dele, muito na frente. Então esta possibilidade de eu desistir é inexistente. Não tem sentido nenhum”, afirmou o parlamentar, citando pesquisas de opinião que o colocaram, junto a outros nomes, na frente de João Azevedo.

Blog do Gordinho