Maranhão minimiza ausência na lista de Jucá: ‘não precisamos do seu aval para ter candidatura própria’

O senador José Maranhão (PMDB), nesta terça-feira (03), não mostrou estar preocupado com a lista feita por Romero Jucá, um dos líderes nacionais do seu partido, estimando quais diretórios teriam candidaturas próprias e ignorando a pré-candidatura de Maranhão.

“O PMDB da Paraíba não precisa da aprovação de que Jucá, um presidente interino, para ter candidatura própria. A nossa executiva já definiu que nós teremos candidatura própria sim”, afirmou em entrevista concedida ao Sistema Arapuan.

O peemedebista ainda revelou que, quando se encontram pessoalmente, Jucá reitera seu apoio e solidariedade à pretensão de Maranhão de voltar ao Estado: “o que é algo natural porque ele está na presidência. O que deve ter acontecido foi um ato falho”.

Entenda – O senador Romero Jucá, um dos caciques da cúpula nacional do PMDB, estimou ontem que o partido terá lançamento de candidaturas próprias em aproximadamente 15 estados. Esqueceu de inserir na lista, porém, a Paraíba e o senador José Maranhão, que tem revelado o desejo de disputar o Governo do Estado.

Jucá citou nominalmente Pernambuco, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Norte, Maranhão, Amazonas e Pará, além dos sete onde o PMDB já governa (Alagoas, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Sergipe e Tocantins).

Nenhuma referência, contudo, foi feita ao PMDB paraibano. Nem ao senador José Maranhão.

As declarações de Jucá foram publicadas na Folha de S.Paulo.

Yves Feitosa/Maurílio Júnior