Marchante acusado de esquartejar casal com peixeira e machado é preso no Brejo

executo e esquartejou casalAs Polícias Militar e Civil em ação rápida realizaram a prisão, no início da tarde desta terça-feira (23), do homem acusado de matar e esquartejar um casal pela manhã, no Conjunto Lucas Porpino, em Guarabira.

Identificado como Paulo Roberto Rodrigues Santos, de 23 anos, conhecido como “Painha”, teria utilizado uma faca peixeira e um machado pequeno usado para abater animais para esquartejar Severino Vieira da Silva, 58 anos e sua esposa, identificada apenas como Lia, que tiveram partes do corpo espalhados pela residência.

“Painha” já trabalhou como marchante e tinha habilidades com corte e segundo a polícia, é conhecido na região por vender e consumir entorpecentes.

Segundo nota divulgada pela Polícia Civil, ele teria agido e passado a noite toda bebendo com as vítimas para diminuir as suas chances de defesa.

A polícia acredita que a motivação para o crime tenha relação com a ação de repressão contra o tráfico de drogas na região: os traficantes estariam obrigando os moradores a “guardar” drogas em suas residências evitando a ação integrada das polícias.

“Painha” teria envolvimento com o tráfico de drogas (Crédito: Nordeste1)

Esquartejamento
Segundo depoimentos colhidos, o acusado expulsou o filho do casal de casa durante a madrugada e estava interessado em comprar drogas e queria dinheiro. Outra testemunha disse ter visto “Painha” saindo da casa das vítimas com mãos e braços sujos de sangue.

A polícia não descarta a possibilidade de crime de latrocínio.

Após o crime, a Polícia Civil constatou um saque de R$ 500,00 por parte de uma das vítimas. Com o acusado foi apreendido cerca de R$ 300,00.

Mesmo com a prisão de “Painha”, a Polícia segue em diligências no sentido de identificar e prender possíveis comparsas que tenham atuado nesse crime. Uma arma utilizada no crime foi apreendida pela Polícia.

Do WSCOM Online com Nordeste1