Marrocos tem protesto de beijos contra prisão - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Marrocos tem protesto de beijos contra prisão

protesto do BeijoO sábado foi de protesto no Marrocos pelo julgamento de um trio de jovens que postaram fotos no Facebook de dois deles se beijando. O casal que se beijou – uma garota de 14 anos e um garoto de 15 anos – e um amigo de 15 anos, que tirou a foto, foram presos na semana passada. A fotografia foi feita na área externa da escola em que estudam, na cidade de Nador.

A ação judiciária causou uma onda de manifestações de marroquinos na rede mundial de computadores. No Marrocos, os valores conservadores dos muçulmanos passaram a ser desafiados no ciberespaço.

Na frente do parlamento de Rabat, capital marroquina, manifestantes contrários à prisão se beijaram em um ato organizado por ativistas locais. Cidadãos favoráveis à detenção empurraram os casais em repúdio à atitude.

 

Daniela Mercury beija a mulher para protestar

Cantora defendeu duas jovens que foram expulsas de um culto religioso por se beijarem em público
Daniela Mercury divulga foto beijando Malu Verçosa / Divulgação/Instagram

Daniela Mercury divulga foto beijando Malu VerçosaFoto: Divulgação/Instagr

 Daniela Mercury usou a internet na madrugada desta terça-feira, dia 17,  para defender duas jovens que foram expulsas de um culto religioso no último fim de semana em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, por se beijarem em público.

Em forma de protesto, a cantora postou no Instagram uma foto em que aparece beijando a sua companheira, a jornalista Malu Verçosa.

“Valeu, Yunka e Joana. Só uma pergunta: é proibido beijar no Brasil, é?”, questionou a artista baiana, citando as estudantes que foram retiradas do local a pedido do deputado federal e pastor Marco Feliciano.

Após polêmica, atletas da Rússia se beijam

Em meio ao imbróglio por conta de lei anti-apologia homossexual, atletas do país deram um beijo no pódio do Estádio Luzhniki
Kseniya Ryzhova (à esq.) e Tatyana Firova se beijam em premiação do revezamento 4x400m / Yuri Kadobnov/AFP
Após os comentários de Yelena Isinbayevaem favor da lei anti-apologia homossexualcausarem polêmica no Mundial de Moscou (RUS), um novo ato de atletas do país voltou a pôr o tema em evidência.Depois de integrarem o revezamento 4x400m da Rússia que ficou com a medalha de ouro neste sábado, Kseniya Ryzhova e Tatyana Firova deram um beijo na boca durante a premiação, cena que já haviam protagonizado momentos antes, ainda na pista, logo após o fim da prova.

Não foi divulgado se o gesto das atletas tem qualquer relação com os protestos que a lei russa teve de enfrentar na últimas semanas. Nenhuma delas se pronunciou após o ato.

A lei contra a apologia homossexual foi aprovada em junho pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin. O texto causou polêmica e foi defendido por Isinbayeva, ícone do esporte do país, durante a semana. Alguns países chegaram a cogitar um boicote aos Jogos de Inverno de Sochi, que ocorrerão em 2014.

O tema teve outra repercussão ontem. A atleta sueca Emma Green Tregaro, que pintou as unhas com as cores do arco-íris para defender a causa homossexual, teve de tirar o esmalte a pedido da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf, em inglês). Tregaro competiu no salto em altura, e ficou em quinto lugar.

“Estou surpresa com a imensa reação a isso (unhas pintadas), mas estou feliz porque é muito positivo. Os dirigentes estão intercedendo por mim, mas não quero que a federação do país sofra por isso”, disse.

Band.com