MC Reaça espancou amante grávida antes de cometer suicídio, diz polícia

MC Reaça espancou amante grávida antes de cometer suicídio, diz polícia

São Paulo – O youtuber Tales Alves Fernandes, conhecido como MC Reaça e Tales Volpi, de 25 anos, foi denunciado por espancar a namorada, uma agente de viagem de 28 anos, que seria sua amante. Ele cometeu suicídio horas depois, na tarde de sábado. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança de São Paulo. Os dois moravam em Indaiatuba, interior de São Paulo.

A moça está internada em estado grave no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC). O corpo de Tales foi enterrado nesta segunda-feira.
Segundo o boletim de ocorrência da violência doméstica, a agente de viagem de 28 anos foi agredida na madrugada de sábado no bairro Cidade Nova, em Indaiatuba, interior de São Paulo. O registro foi feito por um metalúrgico de 62 anos, que seria pai da vítima. A jovem foi orientada a depor quando obtiver alta da internação. O caso foi registrado como lesão corporal e violência doméstica.
O youtuber mantinha o canal ‘Paródia Reaça’, onde divulgava músicas com temas conservadores e de ataques ao feminismo, à esquerda e ao STF. Ele se tornou conhecido após gravar jingles em apoio à candidatura de Jair Bolsonaro à presidência. “Vai resgatar o nosso orgulho de ser brasileiro, vai fazer comunista se esconder o tempo inteiro e a família eles vão ter que respeitar”, diz a peça de campanha.
Em setembro do ano passado, uma música de Tales Volpi chegou a ser alvo do Ministério Público Eleitoral de Pernambuco. O MPE-PE entrou com representação na Justiça Eleitoral pedindo o impedimento da reprodução do “Proibidão do Bolsonaro” , paródia do funk “Baile de Favela” do MC
João durante a carreata “Marcha da Família com Bolsonaro”, organizada pelo atual presidente do Luciano Bivar (PSL).
A letra, do MC Reaça, compara mulheres a cadelas e faz críticas à CUT e a políticos como Ciro Gomes, que disputava a Presidência pelo PDT, e à então candidata a vice-presidência Manuela D’Ávila (PCdoB).

Tales Fernandes era casado e teria uma relação extraconjugal com a agente de viagem. A agressão teria vindo após o anúncio de uma gravidez por parte da agente de viagem.

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para lamentar a morte de MC Reaça no domingo. “Tales Volpi, conhecido como Mc Reaça, nos deixou no dia de ontem. Tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento. Será lembrado pelo dom, pela humildade e por seu amor pelo Brasil. Que Deus o conforte juntamente com seus familiares e amigos”, escreveu.
Tales Volpi, conhecido como Mc Reaça, nos deixou no dia de ontem. Tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento. Será lembrado pelo dom, pela humildade e por seu amor pelo Brasil. Que Deus o conforte juntamente com seus familiares e amigos.
No domingo, a família não divulgou a causa da morte. Nesta segunda-feira, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que o caso foi registrado no sábado como suicídio pela delegacia de Valinhos. O corpo do jovem foi encontrado à beira de uma rodovia.
O Dia