Médico é preso na sede do IPC em JP tentando tirar RG com documentos falsos

médico preso 1Um médico oftalmologista, 45 anos, natural da cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, foi preso nesta quinta-feira (5), em João Pessoa, suspeito de estelionato. Com ele, os policiais da Delegacia de Defraudações apreenderam documentos falsos. O profissional da saúde responde a processos por estelionato em três estados e em Patos (PB).

Ao Portal Correio, o delegado de Defraudações de João Pessoa, Lucas Sá, explicou que o médico era investigado há dois meses depois que o Instituto de Polícia Científica (IPC) da Capital comunicou à DDF sobre uma pessoa que estaria tentando tirar um RG com documentos falsos.

“O suspeito usou documentos falsos para tirar um RG no IPC. Os peritos constataram a fraude e comunicaram a gente. Começamos a investigar e identificamos que o médico seria o beneficiado. Encontramos três identidades falsas, duas contas correntes que movimentava altas quantias”, disse o delegado.

Lucas Sá informou que o médico é proprietário de clínicas e um hospital em Patos. Ele responde a processo por estelionato nos estados do Rio Grande do Norte, Goiás e Distrito Federal, além da cidade de Patos-PB. A mãe do suspeito foi detida para prestar esclarecimentos. “A mãe do médico está detida até que o IPC constate se os documentos pessoais dele são verdadeiros. Caso contrário, ela ficará presa”, explicou o delegado.

Portal Correio