João Pessoa 26/03/2019

Início » Paraíba » Mesa diretora da ALPB exonera servidores de cargos comissionados

Mesa diretora da ALPB exonera servidores de cargos comissionados

Adriano Galdino (PSB), ao centro, é o atual presidente da ALPB e será pelos dois biênios 2019/2020 e 2021/2022 — Foto: Divulgação/Assembleia Legislativa da Paraíba

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), publicou nesta segunda-feira (4) no Diário do Poder Legislativa (DPL) a exoneração de todos os servidores comissionadas da casa. O ato da mesa 03/2019 é retroativo ao dia 1º de fevereiro deste ano, quando foi empossada a nova mesa diretora.

A decisão é assinada, além de Adriano Galdino, por Nabor Wanderley (PRB), 1º secretário, e por Bosco Carneiro (PPS), 2º secretário. Conforme texto do ato, a mesa diretora “resolve exonerar, retroagindo a 1º de fevereiro de 2019, os ocupantes dos cargos comissionados que integram a estrutura organizacional da Assembleia Legislativa da Paraíba”.

Conforme dados do Sagres, página de acompanhamento da gestão pública do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), em novembro de 2018, último dado disponível até a publicação desta reportagem, a ALPB contava com 628 servidores, dos quais 580 eram efetivos ativos, cerca de 92% do total em atividade na casa. A folha de pagamento da ALPB, incluindo os deputados, varia em torno de R$ 5 milhões mensais.

Durante a sessão solene que marcou a abertura do trabalho da Assembleia Legislativa da Paraíba, o presidente da casa havia afirmado que estudava o corte de gastos como forma de enxugar o orçamento do poder legislativo estadual.

G1-PB