Michael desequilibra e Goiás vence CSA

Com uma grande atuação de Michael, que marcou o gol decisivo, o Goiás venceu o CSA, no Serra Dourada, por 1 a 0, para seguir em bom momento no Campeonato Brasileiro.  O Esmeraldino somou a quinta vitória nos últimos seis jogos do Brasileiro e subiu para o nono lugar. O Azulão pode voltar ao Z4 caso o Ceará vença o Avaí.  Michael desequilibra Durante todo o primeiro tempo, o Goiás foi o time que mais buscou o gol. Com campanha melhor e jogando em casa, o Esmeraldino tentava confirmar o favoritismo.  Apesar de apresentar alguma dificuldade para criar jogadas de ataque, o time goiano contava com Michael, o grande fator de desequilíbrio do encontro. Jogando quase sempre na ponta esquerda, o atacante era o principal perigo para a zaga alagoana.

Quem chegou perto primeiro de marcar, porém, foi Yago Felipe. O meia mandou chute de longe no cantinho e acertou a trave de Jordi, que não conseguiria chegar.  Michael, minutos depois, teve chance cara a cara, mas mandou para fora. Aos 35, o atacante fez o que quis com a zaga na área, mas, na hora do chute, também não acertou o alvo.

Já perto do intervalo, Michael conseguiu, enfim, o gol que tanto procurou. O atacante recebeu lançamento na frente, Jordi falhou na saída e o gol ficou livre para o jogador esmeraldino marcar o quinto gol dele no Brasileiro, abrindo o placar da partida.  CSA tenta resposta O CSA reteve mais a bola no segundo tempo e, nos primeiros minutos, chegou bem perto do empate.

Depois de bola parada alçada para a área, Rafael Vaz desviou e Tadeu fez grande defesa para evitar a passagem da bola.  Tadeu defendeu mesmo com a visibilidade baixa: parte dos refletores do Serra Dourada demorou a ser ligada, e o jogo ainda ficou algum tempo paralisado até tudo voltar ao normal.  Depois que a luz voltou, Tadeu seguiu fazendo a diferença para um Goiás que sucumbia diante da pressão do Azulão.

O time de Argel buscou sempre o fundo para mandar bolas para a área.  Enquanto os goianos tentavam passar o tempo, os alagoanos se mantiveram em cima. Ronaldo Alves teve chance de arremate na área e mandou muito próximo da trave. Isso já aos 43, depois de o jogo ter esfriado por alguns minutos.

Foram ainda cinco de acréscimos, mas, apesar da pressão, o CSA não conseguiu evitar a derrota.

O Gol