Ministério da Justiça confirma queda de 14,5% dos homicídios na Paraíba - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Ministério da Justiça confirma queda de 14,5% dos homicídios na Paraíba

morteO Ministério da Justiça divulgou nesta quarta-feira (9) que os cinco primeiros meses de implantação do Programa Brasil Mais Seguro na Paraíba já apresentam resultado positivo no que diz respeito às ações de redução do número de homicídios. Dados do Núcleo de Análise Criminal e Estatísticas do Estado mostram que, no terceiro trimestre deste ano, houve uma queda de 14,5% nos índices de crimes violentos letais intencionais (CVLIs), quando comparados aos indicadores do mesmo período do ano passado. De julho a setembro de 2012 foram registrados 357 CVLIs. Já em 2013, esse número caiu para 305.

De acordo com o MJ, se confrontados somente os índices do mês de setembro deste ano com setembro de 2012, a redução é ainda maior – de 21,5%. São 102 CVLIs contra 130 ocorridos no ano anterior. O índice acumulado de janeiro a setembro de 2013 chegou a 1.122 CVLIs em todo o estado. Isso representa uma redução de 2,43% em relação a 2012, quando foram computados 1.150 crimes deste tipo nos primeiros nove meses do ano.

Os resultados foram analisados na última segunda-feira (7), em João Pessoa (PB), durante a reunião de monitoramento das ações, que contou com a presença da secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, do governador Ricardo Coutinho, e de representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba, Polícia Militar, Polícia Civil, Perícia Criminal e Corpo de Bombeiros.

Dentre as justificativas para a curva descendente dos índices de criminalidade violenta estão a compatibilização das áreas integradas de segurança, com delimitação por quadrantes das unidades territoriais de polícia preventiva; o fortalecimento das ações de inteligência; o uso de sistema digitalizado e compatível com o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) e a qualificação do trabalho de repressão qualificada. A polícia paraibana já apreendeu, este ano, 1.953 armas de fogo e mais de meia tonelada de drogas.

Está previsto até 2014 um aporte de R$ 97,8 milhões em recursos federais para aperfeiçoamento tecnológico e fortalecimento da inteligência de segurança pública, da Perícia, da Polícia Civil, da polícia ostensiva de proximidade e das ações de prevenção, além de emprego da Força Nacional, capacitação, valorização profissional e articulação com o Sistema de Justiça Criminal.

O monitoramento periódico tem o objetivo de identificar fragilidades que possam ser superadas e estratégias diferenciadas no âmbito do Programa ‘Paraíba Unida Pela Paz’, que passou a contar com o apoio do Ministério da Justiça desde 8 de maio, quando o estado aderiu a Programa Brasil Mais Seguro.

Portal Correio assessoria do Ministério