Ministra Peduzzi vê resistência à reforma trabalhista, mais defende sua aplicação.