João Pessoa 23/03/2019

Início » Notícias » Moro nomeia crítica a posse de armas para cargo no Ministério da Justiça

Moro nomeia crítica a posse de armas para cargo no Ministério da Justiça

Szabó será suplente de órgão do Depen Discorda de decreto de Jair Bolsonaro

Ilona Szabó, co-fundadora e diretora-executiva do Instituto IgarapéJuan Dias

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, nomeou Ilona Szabó para ser suplente do CNPCP (Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária). A informação foi publicada na edição desta 4ª feira (27.fev.2019) do Diário Oficial da União.

Crítica ao decreto de Jair Bolsonaro (PSL) que flexibiliza a posse de armas, Szabó é cientista política, co-fundadora e diretora-executiva do Instituto Igarapé, especializado em políticas públicas de combate à criminalidade.

Moro reúne-se com a cientista política às 16h desta 4ª em seu gabinete no ministério.

Em entrevista ao Poder360 em 17 de janeiro, Ilana Szabó afirmou que o decreto de flexibilização da posse de armas não ajudará a resolver o problema da segurança pública no país. Segundo Ilona, quanto mais armas de fogo houver em circulação, maior será a quantidade de mortes.

Ligado ao Depen (Departamento Penitenciário Nacional), o CNPCP tem por objetivo fazer periódicas avaliações do sistema criminal, criminológico e penitenciário, bem como a execução de planos nacionais de desenvolvimento quanto às metas e prioridades da política a ser executada.

Poder360