Morre a atriz Yoná Magalhães, aos 80 anos.

Morre a atriz Yoná Magalhães, aos 80 anos.

yonar magalhãesA atriz Yoná Magalhães – Gustavo Azeredo / Agência O Globo

RIO — Morreu nesta terça-feira, aos 80 anos, a atriz Yoná Magalhães. Ela estava internada desde o dia 18 de setembro na Casa de Saúde São José, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e foi submetida a uma cirurgia para corrigir uma insuficiência cardíaca. Após o procedimento, Yoná foi internada na UTI, mas apresentou complicações pós-operatórias que levaram ao falecimento nesta manhã, informou o hospital em nota.

 

Atriz de cinema, teatro, rádio e TV, Yoná interpretou mais de 60 papéis ao longo de meio século de carreira. Entre os trabalhos mais marcantes está sua participação no filme “Deus e o diabo na terra do sol” (1964), considerado um marco do Cinema Novo. No longa dirigido por Glauber Rocha, a carioca interpretou Rosa, mulher de Manoel (Geraldo Del Rey). Juntos, eles aderem ao bando do cangaceiro Corisco (Othon Bastos), braço-direito de Lampião, após Manoel, trabalhador pobre e explorado, matar o próprio patrão.

Considerada a primeira mocinha da Globo, ela entrou para a história da televisão brasileiro ao formar, ao lado de Carlos Alberto, o primeiro par romântico de sucesso dos folhetins da emissora, na novela “Eu compro esta mulher”. A história foi ao ar em 1966 e, naquele mesmo ano, Yoná e Carlos Alberto se casaram. A relação durou até 1971.

Outro papel marcante de Yoná foi na histórica novela “Roque Santeiro”, de 1985. Então com 50 anos, ela foi convidada a posar nua para a revista “Playboy” por conta do sucesso de sua personagem, a dona de boate Matilde.

A atriz também se destacava pela boa forma física. Em “Paraíso tropical”, novela de 2007 (quando Yoná tinha 72 anos), ela ainda chamava atenção pela silhueta atlética e pelas cenas em que sua personagem, Virgínia, fazia alongamentos. “Eu sou vaidosa e fico feliz de ouvir as pessoas me elogiando, claro. Mas isso não é um mundo novo para mim. Sempre fiz alguma atividade. Agora, por causa das gravações, tenho tido menos tempo de ir à academia. Mas quando não dá durante a semana, vou aos domingos”, disse em entrevista ao GLOBO na época.

Na TV, seu último trabalho foi na novela “Sangue bom”, da Globo, em 2013. Ela deixa um filho, Marco Mendes, fruto do casamento com o produtor cinematográfico Luiz Augusto Mendes.

O Globo