Movimentos de direita protestam contra STF e pedem PECs à bancada em João Pessoa

Movimentos de direita realizam, neste sábado (9), no Largo da Gameleira, em Tambaú, um ato para pressionar deputados e senadores da Paraíba por aprovação de Propostas de Emenda a Constituição (PEC) estabelecendo a prisão de condenados em 2ª instância. o evento contou com as presenças do deputado federal Julian Lemos (PSL) e do deputado estadual Cabo Gilberto (PSL), aliados do presidente Jair Bolsonaro.

A mobilização é puxada na Paraíba pelo ‘Renovação Patriótica e o ‘Vem Pra Rua’ do ‘Movimento Brasil Livre’  e ‘Direita Mover’. De acordo com organização do evento, o ato reuniu cerca de 500 pessoas.

De acordo com o coordenador do Renovação Patriótica, Maurício Renato, os manifestantes defendem a aprovação  as PEC 410/18 que tramita na Câmara  e a 05/19 que tramita no Senado . Além das propostas, o movimento também protesta contra os  seis ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que entenderam que a prisão sem o trânsito e julgado é inconstitucional. Para ele, a mobilização foi um sucesso.

“Nós estamos tanto fazendo uma manifestação de repúdio a decisão tomada na quinta-feira (7) pelo STF como pressão para que os deputados e senadores da Paraíba já comecem a trabalhar para aprovação dessas duas PECs que tramitam paralelamente”,  afirmou.

No ato foram realizados adesivagens, buzinaço e discurso pela prisão de condenados em segunda instância.

Além de João Pessoa houve manifestação em outras cidades como Recife, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília.

MaisPB