MP veta Teixeirão e obra de Viaduto pode comprometer Almeidão

teixeirao-5-1Os estádios paraibanos entraram na mira do Ministério Público

Não, não é notícia velha.

E o torcedor paraibano, desta vez, pode ficar de fora das primeiras rodadas do Campeonato Paraibano.

Isso porque no encontro desta segunda-feira (18), na sede do Ministério Público, entre a Comissão Permanente de Prevenção à Violência nos Estádios da Paraíba, o presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, e demais autoridades competentes, ficou decidido que as administrações dos estádios da Paraíba tem até a próxima sexta-feira (22) para apresentar os laudos de segurança para realização dos jogos.

O Estádios Teixeirão, por exemplo, já está vetado pelo promotor e presidente da Comissão Valberto Lira. A praça esportiva de Santa Rita se encontra em pleno abandono, como flagrou a reportagem do MaisPB, na manhã do último domingo (17).

Também em situação complicada se encontram os Estádios Almeidão, em João Pessoa e o Marizão, em Sousa.

O principal estádio da Capital Paraibana sofre com as obras do Viaduto do Geisel no seu entorno. O promotor Valberto Lira entende que os entulhos da construção podem servir de instrumentos para eventuais confrontos de torcedores organizados.

obra

Caso o Almeidão não seja aprovado, o Botafogo-PB pode ser o maior prejudicado, tendo que atuar fora de João Pessoa na Copa do Nordeste. Para o Estadual, o clube ainda teria o Estádio municipal Ivan Thomaz, no Valentina, onde já realizou um amistoso contra o Globo-RN, em dezembro de 2014.

Apenas o Estádio Presidente Vargas, do Treze, aparece em um quadro mais positivo.

Único representante de clube presente no encontro, o diretor de futebol do Galo, Fábio Azevedo, assegurou que os laudos de engenharia do PV já estão prontos e que serão entregues nos próximos dias para viabilizar as vistorias dos órgãos de segurança.

O inicio do Campeonato Paraibano está programado para o dia 30 de janeiro.

MaisPB – Maurílio Júnior