MPF apura oferta irregular de cursos de graduação e pós-graduação em Santa Rita, PB

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito civil para apurar uma denúncia anônima de que a oferta de cursos de graduação e pós-graduação, por parte do Instituto Uniesb, localizado em Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, estaria em desacordo com as normas do Ministério da Educação (MEC).

Em função disso, o órgão está convocando os ex-alunos do instituto que se sentirem prejudicados com a emissão de certificados expedidos pela Faculdade de Educação Montenegro (FAM), que ofereceu os cursos, a prestarem esclarecimentos quanto aos serviços educacionais oferecidos.

G1 tentou contato com a Faculdade de Educação Montenegro, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

O MPF pede que os ex-alunos apresentem diplomas, contratos de serviços educacionais com a Uniesb e outros documentos comprobatórios. O horário de atendimento presencial na Sala de Atendimento ao Cidadão é das 12h às 17h (de segunda a quinta-feira) e das 8h às 12h (na sexta-feira). A sede do MPF na capital paraibana fica localizada na Avenida Epitácio Pessoa, 1800, bairro Expedicionários. Os esclarecimentos podem ser feitos também pela internet.

De acordo com as investigações do MPF, atualmente a Uniesb não opera mais em Santa Rita e a Montenegro, com sede em Ibicaraí na Bahia, está descredenciada do MEC.

Segundo a denúncia anônima, os cursos de graduação ofertados em Santa Rita eram: Administração de Empresas, História, Pedagogia e Educação Física. Já os cursos de pós-graduação ofertados eram Gestão de Negócios, Direito e Processo Civil.

G1PB