MPF apura se concurso para professor da UFPB foi fraudado

O concurso realizado pela Universidade Federal da Paraíba para o cargo de professor efetivo de Ensino Básico, Técnico e Tecnológica (EBTT) no ano de 2017 está sob a mira do Ministério Público Federal (MPF). Após o recebimento de denúncias dando conta da existência de supostas irregularidades no certame, o órgão resolveu abrir inquérito para apurar o caso.

A determinação é do procurador da República, Rodrigo Gomes Teixeira, e foi publicada na página 53, da edição do Diário do Ministério Público Federal Eletrônico (DPMF), desta quinta-feira (28).

De acordo com o procurador, os elementos de prova até então colhidos são insuficientes para a adequada aplicação das medidas cabíveis.

O procedimento para a instauração de inquérito deve ser comunicado à 1ª Câmara de Coordenação e Revisão do órgão e terá o prazo de um ano para ser concluído.

A reportagem do Portal Correio tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da UFPB, mas não teve as ligações atendidas até o fechamento desta matéria.

Portal Correio