MPF recebe denúncia contra Prefeitura de São Bento por desvio de verbas e gasto milionário com locação de veículos

A prefeitura municipal de São Bento, no Sertão da Paraíba, voltou a ser denunciada ao Ministério Público Federal da Paraíba, na cidade de Sousa/PB, sob a acusação de desviar recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), sobretudo para locação de veículos.

O documento aponta que somente a empresa G M Transportes teria embolsado da administração municipal a bagatela de pouco mais de R$ 1,2 milhão com locação de carros de diversas categorias, caminhão, entre outros utilitários, ao passo que alerta que a gestão possui frota própria, o que seria incompatível com a contratação do serviço.

A denúncia alerta que a gestão municipal, sob a responsabilidade do prefeito Jarques Lúcio (DEM) tem praticado gastos faraônicos que atentam contra os princípios da administração pública e precisam do olhar atendo das autoridades que primam por uma administração pública eficiente, impessoal e proba.

No mês passado o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE) emitiu parecer contra a aprovação das contas da gestão do prefeito Jarques, justamente por irregularidades encontradas. Entre as inconsistências que levaram a instituição a opinar pela rejeição da prestação de contas apresentadas pela gestão estão déficit na execução orçamentária, gastos excessivos com pessoal (acima do limite permitido em lei), não empenhamento de contribuições previdenciária, gastos com combustíveis e inconsistências nas documentações apresentadas, entre outros.

 

CONFIRA A DENÚNCIA NA ÍNTEGRA

VEJA DOCUMENTO

                  

Blog do Ninja