Mulher perde indenização por 'desastrosa vida sexual' no casamento

Mulher perde indenização por ‘desastrosa vida sexual’ no casamento

mulher virgem,Italiana alegou ter sido praticamente virgem durante convívio do casal

Itália – Após 11 anos de batalha judicial, uma mulher de Civitanova, na Itália, que entrou com um processo contra o ex-marido por sua “desastrosa vida sexual” não vai receber os 50 mil euros (cerca de R$ 200 mil) que havia pedido como indenização.

Identificada apenas como Anna, a mulher alegou em corte que durante os 12 anos de casamento “permaneceu praticamente virgem”, de acordo com o “The Telegraph”.

O ex alegou que a culpada de seu “não comparecimento” nas funções matrimoniais foi a italiana, que se recusava a fazer sexo. Ele contou que no passado sofreu de um “pequeno problema anatômico”, mas que superou e o “infortúnio” ficou para trás.

Como o homem foi pai de dois filhos após se divorciar de Anna, o juiz acreditou que o “problema” foi realmente superado. Anna terá que pagar 5 mil euros (cerca de R$ 20 mil) para cobrir as despesas do processo.

O Dia