Músico Lou Reed morre aos 71 anos - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Músico Lou Reed morre aos 71 anos

guitaristaO guitarrista, cantor e compositor Lou Reed morreu neste domingo, aos 71 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas o ex-vocalista do grupo Velvet Underground se recuperava de um transplante de fígado realizado em abril deste ano. A informação, inicialmente divulgada pelo site da revista americana Rolling Stone, foi confirmada pelas redes britânica BBC e americana CNN e pelos jornais The New York Times e The Guardian. “Sim, sinto dizer que é verdade. Eu estou muito triste”, disse o agente do músico, Andy Woolliscroft, ao Guardian. Segundo os representantes do cantor, ele morreu em Long Island, nos Estados Unidos.

Dias após a cirurgia, Laurie Anderson, mulher do músico, disse ao jornal inglês The Times que o estado de seu marido era grave. “Ele estava morrendo. Foi uma cirurgia séria, mas tudo ocorreu bem”, afirmou. Na ocasião, o músico enviou uma mensagem aos fãs por meio de seu site oficial. No texto, dizia se sentir “mais forte do que nunca”. “Mal posso esperar para estar nos palcos e compor novas canções para me conectar com os corações e espíritos”, escreveu. No dia 30 de junho, porém, ele foi internado às pressas com um quadro de desidratação.

Relembre músicas, performances e entrevistas do cantor e compositor americano, que influenciou artistas como David Bowie e Chrissie Hyde e bandas como U2, Sonyc Youth e R.E.M

Em apresentação para a televisão nos anos 1980, Lou Reed canta ‘Walk on The Wild Side’, sucesso de seu álbum ‘Transformer’, de 1972.
 

Neste domingo, poucas horas antes de a revista divulgar a morte de Lou Reed, foipublicada em sua página do Facebook uma imagem (reproduzida ao lado) em que uma foto do músico está colada a uma porta. A mensagem que precede a foto diz apenas “The Door” (A Porta, em português).

Lou Reed esteve no Brasil pela última vez em novembro de 2010, quando realizou duas apresentações em São Paulo. Meses antes, o músico havia sido anunciado como uma das atrações da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) daquele ano. No evento, ele falaria sobre o livro Atravessar o Fogo, que reúne 310 letras suas traduzidas para o português. Porém, cancelou sua participação apenas alguns dias antes do evento alegando “motivos pessoais”.

Acervo Digital VEJA: Lou Reed fala a VEJA

Biografia — Lou Reed nasceu em 1942 no Brooklyn, em Nova York. Com mais de vinte discos no currículo, era admirado como um dos melhores poetas da música americana, além de crítico mordaz da sociedade de seu país. Reed nunca vendeu muitos discos, mas seu trabalho repercutiu mesmo entre aqueles que não costumam ouvir CDs de guitarristas. Ele ocupa essa posição desde os anos 60, quando liderava o grupo Velvet Underground, uma invenção do artista plástico Andy Warhol, um dos pais da arte pop.

Assim como Warhol chocou o mundo com seus quadros que reproduziam latas de sopa ou rostos famosos, o Velvet aterrissou na música falando de temas indigestos para a época. Enquanto os jovens da geração hippie cantavam a paz e o amor, as letras do Velvet falavam de drogas pesadas, aberrações sexuais e violência urbana. O próprio Reed lutou durante anos contra o vício da heroína, num tempo em que a maior transgressão da juventude, no terreno das drogas, eram a maconha e as bolinhas. O Velvet lançou seis discos que não venderam quase nada, mas influenciaram todo o rock dos anos 70. Uma anedota sempre repetida sobre o Velvet diz que apenas 1 000 pessoas ouviram os seus discos, mas cada uma delas fundou uma banda de rock.

Depois do fim do Velvet, Reed afastou-se da música. Voltou em 1972, conduzido pela mão de David Bowie, que produziu para ele o LP Transformer, considerado um dos melhores discos pop daquela década. Nele, Reed já estabelecia os fundamentos de sua carreira solo e de sua poesia. Suas canções eram frequentemente lúgubres, povoadas por personagens marginalizados da sociedade. Esses personagens são invariavelmente tirados das ruas de Nova York, onde nasceu.

O autor de sucessos como Sweet JaneA perfect dayWalk on the wild side e Heroin era casado com a também música e artista Laurie Anderson, com quem vivia em Nova York. Amante da meditação, Reed gravou em 2007 seu último álbum solo, Hudson River Wind Meditations, de música ambiental. Seu último trabalho foi Lulu, de 2011, em parceria com o Metallica.

Artistas lamentam a morte de Lou Reed

 

Uol