Na briga pela liderança da Série B, Coritiba só empata com Vitória no Couto Pereira

Na briga pela liderança da Série B, Coritiba só empata com Vitória no Couto Pereira

Em luta ferrenha pela liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba recebeu, no Alto da Glória, a equipe do Vitória e acabou tropeçando no fechamento do primeiro turno. Com a bola rolando, o Coxa se mostrou superior na etapa inicial e saiu na frente. No entanto, na segunda etapa, o Rubro-Negro melhorou seu desempenho e buscou o empate: 1 a 1.

Com o empate, o time paranaense chega a 34 pontos e vê a diferença para o líder Bragantino, que venceu na rodada, aumentar para quatro. Do outro lado a situação é inversa. O Leão acumula seu terceiro empate consecutivo e amarga a 15ª posição, se livrando momentâneamente da zona da degola. Coxa pressiona e sai na frente Foi só a bola rolar para o Coritiba, com o apoio de seu torcedor, partir para cima do Vitória.

Logo aos cinco minutos, Welissol deixou Capa para trás e cruzou rasteiro. Rodrigão escorou para Juan Alano, que acertou a trave. Na sobra, sem goleiro, Rafinha se atrapalhou e não conseguiu empurrar a bola para o fundo das redes. O time visitante, por sua vez, pressionado, apostou nas saídas em velocidade e chegou a criar algumas oportunidades.

Aos 11, após bobeira na saída de bola paranaense, Chiquinho recebeu, invadiu a área, mas chutou para fora. A pressão Coxa Branca continuou. Juan Alano recebeu pela esquerda, foi à linha de fundo e rolou para Sabino, de frente para o gol. O zagueirão finalizou e Everton Sena apareceu para mandar pela linha de fundo. Aos 25, os mandantes chegaram ao gol, mas não valeu.

Após cobrança de escanteio, a bola desviou na defesa baiana e sobrou para Willian Matheus, que completou para o fundo das redes. Porém, o auxiliar assinalou impedimento do lateral alviverde, gerando muita reclamação dos paranaenses. Mesmo com o tento anulado, o time da casa seguiu em cima e o gol passou a ser questão de tempo. E foi.

Aos 39, Juan Alano cobrou falta fechada, a bola desviou na defesa adversária e entrou. A arbitragem deu o gol para o camisa 47. Vitória melhora e empata Na volta do intervalo, o Coritiba deu mostras de que continuaria com o ritmo intenso dos primeiros 45 minutos. Com apenas cinco minutos da etapa complementar, o Coxa já havia finalizado duas vezes.

Primeiro com Giovanni, depois com Matheus Sales. Nas duas oportunidades, o goleiro Ronaldo, que substituiu Martín Rodríguez lesionado, apareceu para defender. Entretanto, com o passar do tempo, o ímpeto mandante despencou e os comandados de Umberto Louzer passaram a oferecer campo ao Vitória.

Até que aos 20, Lucas Cândido avançou pelo meio e chutou forte de longe. Bola desviou nas costas de Matheus Sales e enganou Alex Muralha, que tentou ir nela, mas não conseguiu. Tudo igual no Couto Pereira. Nos minutos finais, os donos da casa partiram para uma pressão insana. O gol da vitória esteve muito próximo.

Primeiro com Nathan, que recebeu na área e finalizou na trave. Depois com uma grande sequência de cruzamentos na área, que encurralou o time visitante na pequena área. Apesar do sufoco, a rede não balançou. Fim de papo no Alto da Glória e um gol para cada lado.

O Gol