Na contramão de aliados, Cartaxo manda recado: “Ninguém pode se autointitular candidato por conta própria”

O discurso de que ‘eleição só em 2018’ continua sendo o mantra do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), e não deve mudar por enquanto. Em entrevista, nesta quarta-feira (20), Cartaxo evitou novamente falar sobre pré-candidatura ao Governo do Estado no próximo ano, ainda que deixasse revelar pesquisas internas “extremamente satisfatórias”, além das frequentes visitas ao interior do estado.

“Tenho informações em relação a tudo isso [pesquisas internas para as eleições de 2018] sobrando. É fundamental ter sensibilidade e paciência. Temos uma gestão bem avaliada e que superou o projeto do PSB duas vezes. Portanto, não existe isso de projeto vitorioso do PSB”, comentou.

A cautela adotada de Cartaxo vai à contramão, por exemplo, do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSDB) e do senador José Maranhão (PMDB), que sustentam, em tese, ao lado do prefeito da Capital, a unidade de oposição [PSD/PSDB/PMDB]. O tucano e o peemedebista já declararam publicamente o desejo de concorrer nas eleições de 2018.

“Ninguém pode fazer política sem ouvir o povo. Ninguém pode se autointitular candidato por conta própria. Temos de ouvir a população. Não só do ponto de vista qualitativa ou quantitativa. Mas principalmente do sentimento”, avaliou. “Em 2018 será o momento oportuno de fazer esse debate com o povo paraibano e com os partidos políticos”, acrescentou.

Blog do Gordinho