Na corda bamba! Presidente do São Paulo analisa demissão de CEO, diz site

aidar-de-novoAidar estaria preocupado com uma aproximação do empresário Abílio Diniz com sua oposição (Foto: Divulgação/São Paulo FC).

Enquanto o São Paulo parece estar sanando suas dificuldades financeiras, depois de alegar ter quitado valores atrasados com o elenco, agora pode enfrentar complicações nos bastidores. De acordo com informações publicadas pelo portal “Globoesporte”, o presidente Carlos Miguel Aidar está sendo pressionado internamente pela demissão do CEO (cargo que se ocupa da direção executiva) do clube Alexandre Bourgeais.

O principal argumento dos críticos do profissional é em relação a uma suposta “invasão”, por parte dele, em setores que não lhe competem, como o departamento de futebol e a comunicação. Um exemplo foi a presença de Bourgeais no CT da Barra Funda, na última sexta-feira (31), durante os treinamentos da equipe, inclusive tirando fotos com os atletas. A “visita” fere o costume do clube, de liberar o local somente para dirigentes do futebol são-paulino.

A participação do CEO, indicado pelo empresário e conselheiro Abílio Diniz, tem sido maior na renegociação de acordos do Tricolor, e o próprio “padrinho” aparece como motivo para o profissional ser mantido no cargo. Aidar teria o temor de que, ao desligar Bourgeais, entraria em conflito com Diniz e causaria sua aproximação com os opositores de sua gestão, entre os quais está Juvenal Juvêncio, ex-mandatário do clube.

A cobertura completa de tudo sobre o futebol brasileiro você confere nesta quarta-feira (05), no Caderno de Esportes, às 19 horas, No Ar com o André Henning, às 20 horas e no Jogando em Casa, às 21 horas, no EI MAX.

Esporte Interativo