Na estreia de Felipão, Palmeiras perde pênalti e empata com o América

Na estreia de Felipão, Palmeiras perde pênalti e empata com o América

A nova passagem de Felipão pelo Palmeiras começou com empate sem gols no Brasileiro. Com direito a pênalti perdido por Jean, o time alviverde ficou no 0 a 0 com o América no estádio Independência.

Pouco muda na classificação com o empate entre as equipes. O Palmeiras tem 27 pontos e termina a partida na sexta posição. O América, com 21 pontos, é o 10º colocado.

Jean perde pênalti em primeiro tempo dominado pelo Palmeiras

Os primeiros 45 minutos com Felipão foram apenas razoáveis. O time entrou com algumas novidades, muitas por questões físicas, com Felipe Melo, Bruno Henrique, Dudu e Deyverson no banco, e Marcos Rocha e Willian fora do jogo. O modificado time alviverde controlou o confronto, mas teve muita dificuldade para finalizar.

Titular, Borja foi um símbolo desta dificuldade em bater para gol. O colombiano deu bons passes e até se movimentou bastante, mas não conseguiu incomodar João Ricardo. O goleiro seria destaque do primeiro tempo, ao defender penalidade de Jean, aos 25 minutos.

Fora o pênalti perdido, o Palmeiras só levou perigo em sequência na área aos 15 minutos, com chute de Hyoran defendido parcialmente por João Ricardo. Lucas Lima ficou com a sobra e, sem ângulo, cruzou para Moisés. O meia se enrolou de frente para o gol e perdeu a oportunidade.

Já o América não conseguiu realizar sua proposta de forma eficiente. Deu espaços na defesa e só acertou um contra-ataque, com Gerson Magrão recebendo por trás da zaga e parando na boa saída de Weverton.

Jogo morno no segundo tempo

O intervalo serviu para Adilson Batista corrigir falhas de posicionamento, com a entrada de Matheusinho no lugar de Marquinhos. O Coelho passou a correr menos riscos e passou a se arriscar com maior frequência ao ataque, equilibrando as ações.

Por muito pouco o time mineiro não conseguiu abrir o placar aos 10 minutos. Depois de boa jogada americana pela direita, a defesa palmeirense apareceu para afastar parcialmente o perigo. Ruy ficou com a bola na meia-lua e bateu colocado, acertando a quina da trave. Weverton não tinha como alcançar a pelota e teve a sorte como aliada.

O jogo esfriou muito depois da bola na trave. O Palmeiras não pressionou em busca do gol, nem com as entradas de Bruno Henrique e Deyverson. O América também não acertou mais no ataque e a partida terminou em um justo 0 a 0.

O Gol