João Pessoa 21/05/2019

Início » Variedades » Na estreia de Ganso, Fluminense vence o Bangu no Maracanã

Na estreia de Ganso, Fluminense vence o Bangu no Maracanã

Tricolor não teve dificuldades e começou bem a Taça Rio

Caio Henrique fez o segundo gol do Fluminense – Luciano Belford/Agência O Dia

Rio – A noite de sexta-feira foi de agito para os tricolores. Nada de barzinho, boate ou cinema. Todos os caminhos levavam ao Maracanã, todos os olhares para Ganso, toda festa na arquibancada. A vitória por 2 a 0 sobre o Bangu, diante de um pouco mais de 20 mil pessoas, serviu para o time começar o returno do Campeonato Carioca e também para mostrar que a galera ainda vai precisar de um pouco mais de tempo para ver o estreante da noite exibir um futebol vistoso.

Toda vez que Ganso tocava na bola, o Maracanã explodia em felicidade. O camisa 10 era reverenciado, tinha o nome gritado e respondeu com um bom toque de bola. Arriscou lançamentos, passes precisos e distribuir o jogo como manda a cartilha do técnico Fernando Diniz. Muito superior ao Bangu, o time tricolor pressionava, tinha posse de bola esmagadora e esbarrava no mesmo obstáculo observado nesta temporada: acertar na hora do chute a gol.

Aos 34, o gol que deu um pouco de alívio. Após escanteio, a bola foi rebatida e Yony González devolveu para a área. Digão, como se fosse um atacante de ofício, emendou um belíssimo voleio de pé direito para fazer 1 a 0. Aos 37, um susto quando João Lucas acertou a trave de Rodolfo.

O Fluminense voltou um pouco mais ligado para o segundo tempo, pressionando a saída de bola, às vezes, dentro da grande área. E a blitz não demorou para surtir efeito. Aos 12 minutos, Caio Henrique arriscou de muito longe. A bola desviou em um zagueiro e enganou o goleiro Jefferson, que nada pôde fazer. O restante do jogo se desenrolou em ritmo de jogo-treino, com a bola invariavelmente no campo de ataque tricolor e o Bangu tentando rifar a bola a todo custo. O Fluminense ainda teve um gol anulado, aos 34, quando Digão completou de cabeça, mas o árbitro apontou falta na jogada.

Para Ganso, o primeiro jogo depois de quase dois meses de inatividade. Para os tricolores, uma noite para se divertir no Maracanã.

O Dia