Na raça! Palmeiras vence a Chapecoense fora de casa e mantém a liderança do Brasileirão

Na raça! Palmeiras vence a Chapecoense fora de casa e mantém a liderança do Brasileirão

O Palmeiras segue na liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Verdão venceu a Chapecoense por 2 a 1, na Arena Condá. Dudu abriu o marcador, Everaldo empatou, mas Marcos Rocha deu números finais ao jogo com um golaço.

Ao final da sétima rodada do torneio nacional, mesmo com a perda temporária dos pontos da vitória contra o Botafogo, a equipe de Luiz Felipe Scolari segue na primeira colocação. Os paulistas somam 16 pontos, um a mais que o vice Atlético-MG. A Chape tem e está na 13ª posição.

Os primeiros 45 minutos foram agitadíssimos na Arena Condá. Logo aos 10, Arthur Gomes arriscou de fora da área, a bola desviou em Felipe Melo e sobrou para Rildo, que dominou e marcou. Após consulta do VAR, porém, a arbitragem anulou corretamente o lance por impedimento do atacante.

Talvez sentindo o desentrosamento da dupla de zaga formada por Gómez e Antônio Carlos, a defesa palestrina teve dificuldades em mostrar a segurança habitual. No ataque, o time sofreu para encontrar espaços e pressionar os mandantes.

A partir da metade do primeiro tempo, porém, o Verdão cresceu no jogo. Zé Rafael e Lucas Lima obrigaram defesaças de Tiepo, que impediu dois golaços. Aos 31, porém, o goleiro não pôde impedir o tento de Dudu, que recebeu passe de Zé Rafael, caído na área.

A alegria não durou muito. Com 35 jogados, Deyverson levantou os braços dentro da área, a bola bateu em sua mão e, após ser avisado pelo VAR, o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Everaldo empatou.

Ainda na etapa inicial, Marcos Rocha voltou a dar tranquilidade para o time de Felipão. Dudu cobrou lateral na área, Felipe desviou e, na sobra, o camisa 2 emendou chute de primeira, no ângulo, para fazer um golaço na Arena Condá.

Em contraste com o primeiro tempo, os 45 minutos finais foram bem menos movimentados. O Palmeiras conseguiu tranquilizar o jogo com trocas de passe no meio-campo, mantendo a posse de bola e apostando em contra-ataques. Mesmo sem ser feliz nas oportunidades que teve, o time de Felipão não passou sustos.

A Chape, por sua vez, apostou nas estreias dos reforços Camilo e Renato Kayzer. Os dois entraram juntos na partida, mas apesar de o meia se mostrar bastante participativo no duelo, não foi eficiente na criação de oportunidades.

Apesar de arriscar diversos chutes de longa distância, apenas Everaldo levou perigo, aos 35 minutos. O centroavante girou e arriscou um chute firme de fora da área, mas a bola foi para fora.

FICHA TÉCNICA 
CHAPECOENSE 1 X 2 PALMEIRAS

Data: 2 de maio de 2019, domingo
Local: Arena Condá, em Chapecó-SC
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Roldolpho Toski Marques (PR-Fifa)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Raggenbaum (PR)
VAR: Igor Junio Benevenuto (MG)

Cartões amarelos: Douglas e Elicarlos (Chapecoense); Antônio Carlos, Gustavo Gómez, Felipe Melo, Deyverson e Zé Rafael (PALMEIRAS)

GOLS
CHAPECOENSE: Everaldo (36/1T)
PALMEIRAS: Dudu (31/1T) e Marcos Rocha (44/1T)

CHAPECOENSE: Tiepo; Bryan (Diego Torres), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Campanharo (Camilo); Rildo, Arthur Gomes (Renato Kayzer) e Everaldo.
Técnico: Ney Franco

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima (Moisés); Zé Rafael (Hyoran), Dudu (Gustavo Scarpa) e Deyverson
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Crédito da foto: Divulgação/Twitter/Palmeiras

Folhapress