João Pessoa 18/02/2019

Início » Variedades » “Não acreditei que aquela pessoa ia me matar”, diz advogada espancada

“Não acreditei que aquela pessoa ia me matar”, diz advogada espancada

O vídeo gravado pela vítima gerou imensa repercussão ao ser compartilhado nas redes sociais. Emocionada, Luciana Sinzimbra fez questão de destacar a necessidade das vítimas denunciarem e serem apoiadas. “Existem pessoas que acham normal, que em briga de casal não se mete a colher. A mulher sofre preconceito enorme quando denuncia”, completou.

Nesta semana, Victor Junqueira foi indiciado por lesão corporal, ameaça, injúria e violação de domicílio. A pena máxima para os crimes pode chegar a 4 anos e 6 meses de detenção. No entanto, apesar das imagens fortes, o piloto, que é filho de um ex-prefeito de Anápolis (GO), não teve a prisão preventiva decretada. O jovem não quis gravar entrevista. A defesa informou apenas que o piloto está arrependido e tinha consumido álcool no dia da agressão.

Entenda
Em 14 de dezembro, Luciana gravou um vídeo sem que seu namorado soubesse. Nas imagens, Victor é flagrado espancando a ex-namorada no apartamento dela, em Goiânia. A advogada registrou ocorrência no dia seguinte e contou às autoridades policiais que namorava o autor das agressões havia três anos.

Ela relatou também não ter sido a primeira vez em que foi atacada. O fato teria ocorrido ao menos outras duas vezes. No dia da filmagem, o casal retornava de uma confraternização do trabalho de Luciana. A advogada diz ter esquecido um presente na festa e, então, o casal teria retornado ao local. O fato teria teria enfurecido o piloto. Nas imagens, é possível ver a advogada sendo agredida a socos e ainda ouvi-la dizer: “Você vai me matar desse jeito”.

Metrópoles