Náutico joga mal e fica no empate com o Macaé na Arena Pernambuco

naútico empata macaéCom o empate, Timbu deixou o G-4 da Série B, caindo para quinto, com 28 pontos

Com a mira ruim na primeira etapa e apático na segunda, o Náutico não conseguiu se reabilitar na Série B. Neste sábado (1), na Arena Pernambuco, o Timbu ficou apenas no empate por 1×1 com o Macaé. Com a igualdade, os alvirrubros foram ultrapassados pelo Bahia, e terminam a 16ª rodada da competição na quinta posição, com 28 pontos. No próximo sábado (8), o clube visita o CRB, no estádio Rei Pelé, em Alagoas.

Com chuva na Arena Pernambuco, o primeiro tempo entre Náutico e Macaé foi frio. Jogando mais pela direita, o Timbu abusou das jogadas aéreas. De tanto martelar em cruzamentos, os alvirrubros abriram o placar aos 39 minutos, com o zagueiro Fabiano Eller. Mesmo vencendo, a etapa inicial do Timbu não foi boa. Com Hiltinho e Carmona apagados, a válvula de escape foi o garoto Guilherme, que se arriscou muito ao ataque. Já o Macaé, mesmo com um time veloz, não conseguiu dar um chute ao gol de Júlio César.

Na segunda etapa, vencendo a partida, o Timbu se acomodou. Mesmo tímido, o Macaé ameaçou mais, principalmente com o atacante Anselmo e em bolas de fora da área. Preocupado com o maior volume de jogo do clube carioca, o técnico Lisca tentou mexer, colocando Gil Mineiro, Renato e Fillipe Soutto, mas as mudanças fizeram o Náutico recuar ainda mais. Mesmo chegando poucas vezes, o Macaé empatou aos 35 minutos, com o zagueiro Brinner, jogando água no chope da torcida. O Timbu ainda colocou uma bola na trave no fim, com Hiltinho.

Apesar de cair uma posição, os resultados dos rivais diretos não foram ruins. Só o Bahia venceu. Ontem, tropeçaram Botafogo (0x0 Luverdense) e Sampaio Corrêa (1×3 Atlético-GO). Vitória e América-MG ficaram no 1×1. (Bragantino x Ceará na página 2).

Lance a lance

Primeiro tempo
15 minutos = João Ananias lançou boa bola para Guilherme. Livre na direita, chutou cruzado, à esquerda do goleiro Rafael
18 minutos = Em falta na entrada da área pela direita, Guilherme cruzou e Marino teve duas chances para empurrar para as redes. Em ambas, a bola explodiu na defesa.
32 minutos= Em outro cruzamento, Pedro Carmona colocou na cabeça de Marino. Outra vez, explodiu na zaga carioca
39 minutos = Após cruzamento de Pedro Carmona, Fabiano Eller completou para o gol, à esquerda de Rafael. Náutico 1×0
Segundo tempo
7 minutos – Em falta sofrida por Douglas, Pedro Carmona colocou a bola rente a trave direita de Rafael
18 minutos – Anselmo arriscou de fora da área. A bola passou perto da trave direita de Júlio César. Primeira jogada de perigo do Macaé na partida.
35 minutos – Gol do Macaé. Livre na pequena área, Brinner empata o jogo na Arena Pernambuco.
38 minutos – Eberson cruzou e Pipico, sozinho, cabeceou por cima da meta de Júlio César.
42 minutos – Em boa jogada de Douglas, Hiltinho apareceu na direita da pequena área e colocou por cima de Rafael. A bola bateu no travessão do goleiro do Macaé.
FICHA DO JOGO
Náutico: Júlio César; Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; João Ananias, William Magrão (Renato), Marino (Fillipe Soutto) e Hiltinho; Pedro Carmona (Gil Mineiro) e Douglas. Técnico: Lisca.
Macaé: Rafael; Henrique, Brinner, Thiago Cardoso e Diego; Gedeil, Pipico, Juninho e Marquinho (Éberson); Anselmo (Jones) e Wagner (Dos Santos). Técnico: Marcelo Cabo.
Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Luiz Cesar Magalhães (CE). Assistentes:Armando Souza e Arnaldo Souza (ambos do CE). Cartões amarelos: Gastón Filgueira (N). Pipico, Gedeil, Thiago Cardoso e Wagner (M). Gols: Fabiano Eller, aos 40m do 1ºT, e Brinner, aos 34m do 2ºT). Público: 6.570. Renda: R$ 109.550.
JC online