João Pessoa 23/05/2019

Início » Variedades » Nem toda gordura é ruim para o seu corpo

Nem toda gordura é ruim para o seu corpo

A gordura é fonte de energia e ácidos graxos, que são essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo.

Você sabia que nem toda gordura é ruim para sua saúde? Podemos dizer que a gordura ruim é chamada de saturada, além da gordura trans. A gordura é fonte de energia e ácidos graxos, que são essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo. Elas, devem fazer parte do nosso cardápio. Segundo a British Dietetic Association, um homem deve consumir por dia até 30g de gordura saturada e a mulher até 20g. Infelizmente, as pessoas andam comendo 20% a mais da média recomendada pela organização internacional. Uma dieta rica em gorduras saturadas pode elevar o colesterol ruim no corpo, levando a doenças cardiovasculares. Carnes gordas, manteiga, queijos gordos, leite integral são fontes de gorduras saturadas. Um cardápio balanceado deve conter as chamadas gorduras boas.

Que são monoinsaturadas e poli-insaturadas. Os alimentos de gorduras boas, são: peixes como salmão, sardinha e cavalinha; sementes, castanhas, nozes; óleo de oliva, abacate, entre outros. O óleo de oliva deve ser extra-virgem com acidez até 0,8% (dado do Ministério da Agricultura) e não deve ir ao fogo. Os peixes citados são ricos em omêga 3, que é bom para o sistema cardiovascular. A gordura trans é prejudicial ao nosso organismo.

A gordura trans de forma natural é encontrada em pequenas quantidades em carnes e produtos derivados do leite. O que devemos ter cuidado é com a gordura trans artificial, que é a gordura hidrogenada. A indústria tem usada a gordura trans ou hidrogenada em comidas processadas, como bolos, bolachas, biscoitos, e muitas vezes são utilizadas para prolongar a vida de alguns alimentos. Sim, o sorvete também tem gordura ruim para manter a sua cremosidade. Resumindo, gorduras ruins (saturada e trans); gorduras boas (monoinsaturadas e poli-insaturadas).

Cultive o hábito de ler os rótulos das embalagens dos alimentos, escolhendo as gorduras insaturadas em relação à saturada, e produtos sem a gordura trans. Alguns nutrientes e vitaminas são absorvidos em uma dieta balanceada em gordura.

Listamos para você 10 alimentos com gordura boa:
– Abacate

– Ovo

– Azeite de oliva
– Coco
– Manteiga ghee ou banha de porco
– Castanhas
– Nozes
– Linhaça
– Peixe gordo
– Chocolate amargo

Busque sempre a sua melhor versão. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro

Rafael Coelho (CRM: 23943/PE) é médico pós-graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Atende em consultório particular. Atua nas seguintes áreas: Emagrecimento, Hipertrofia, Longevidade, Performance Esportiva, Distúrbios Metabólicos, Bioimpedância. Pautas para Jademilson Silva – Jornalista – DRT: 3468 E-mail: contato@jademilsonsilva.com

Notas

Carreira: MBA em ‘Gestão da Promoção de Saúde nas Organizações’ tem inscrições abertas

A ABQV – Associação Brasileira de Qualidade de Vida, em parceria com a Universidade Corporativa Abramge e por meio do convênio firmado com o Centro Universitário São Camilo, realiza o MBA em Gestão da Promoção de Saúde nas Organizações, pioneiro no país.O curso de pós-graduação lato sensu foi desenvolvido por um corpo docente formado por professores com experiência prática e acadêmica na promoção da saúde em organizações. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pela internet na página do curso http://abramge-uca.com.br/mba-gestao-de-promocao-de-saude-nas-organizacoes/.

A primeira etapa do processo seletivo é o preenchimento da ficha de inscrição e entrevista online. As aulas terão inicio no mês de março com término previsto para fevereiro de 2020. O curso de MBA em Gestão da Promoção de Saúde nas Organizações é composto por uma carga horária de 348 horas totais, em disciplinas presenciais e a apresentação final deTrabalho de Conclusão de Curso (TCC). As informações sobre o MBA em Gestão da Promoção de Saúde nas Organizações podem ser obtidas no site da ABQV – http://abqv.org.br/mba.

Fevereiro Laranja conscientiza sobre a leucemia

O Fevereiro Laranja é uma campanha que busca conscientizar e alertar a população sobre a leucemia, tipo de câncer que afeta o sangue. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que o Brasil deve registrar até o final deste ano mais de 10 mil novos casos da doença. Entre crianças e adolescentes, este é o tipo de câncer mais prevalente, sendo responsável por 33% dos casos. Os principais sintomas de leucemia são: cansaço fácil, palidez, dores nos ossos, febre e infecções recorrentes, além de manchas roxas pelo corpo e aparecimento de gânglios, aumento do baço e aumento das gengivas, informou à coluna Saúde e Bem-estar do Portal da Folha de Pernambuco, Lorena Costa, hematologista da Multihemo.

Fique por Dentro

Mitos e Verdades sobre radioterapia

RadioterapiaRadioterapia – Foto: divulgação

Radioterapia é uma forma de tratamento que utiliza diferentes formas de radiação ionizante, usada no tratamento do câncer para curar, controlar o crescimento das células tumorais ou amenizar os sintomas. Porém, muitos mitos são criados em cima deste assunto.

– O paciente permanece com a radiação em seu corpo para sempre?

A radiação só fica no corpo no momento em que o paciente encontra-se no acelerador linear. Depois disso, não.

– A radioterapia queima a pele?

Não. O que ocorre são efeitos biológicos no organismo.

– A radioterapia faz o cabelo cair?

Em raras ocasiões pode ocorrer queda de cabelo, especialmente quando se irradia o encéfalo. Mesmo assim, não há uma queda total, apenas numa pequena área irradiada.

– O paciente passará diversas semanas em tratamento na clínica de radioterapia?

Depende de cada caso, o tratamento radioterápico tem duração bastante variável, podendo variar de dose única até 40 sessões.

Felipe Coelho Leite é radio-oncologista do Grupo Oncoclínicas

Folha de Pernambuco