João Pessoa 12/12/2018

Início » Variedades » Neymar marca, PSG vence o Liverpool e se aproxima de classificação

Neymar marca, PSG vence o Liverpool e se aproxima de classificação

O Paris Saint-Germain conquistou uma importantíssima vitória nesta quarta-feira, pelo Grupo C da Liga dos Campeões. Recebendo o Liverpool em confronto direto pela classificação às oitavas de final, Neymar e companhia não decepcionaram a torcida que lotou o Parque dos Príncipes e superaram os comandados de Jurgen Klopp por 2 a 1. Os gols do PSG foram marcados por Bernat e Neymar, que se tornou o maior artilheiro brasileiro da história do torneio continental. Milner descontou para os Reds, de pênalti.

Com o resultado, o Paris Saint-Germain foi a oito pontos e assumiu a segunda colocação do grupo, desbancando o Liverpool na zona de classificação para o mata-mata da Liga dos Campeões restando apenas uma rodada para o fim da fase de grupos. O Napoli, que venceu o Estrela Vermelha, da Sérvia, é o líder, com nove tentos.

Na próxima rodada, o PSG visita o já eliminado Estrela Vermelha, enquanto o Liverpool, ainda que a partida seja em Anfield, terá a difícil missão de vencer o Napoli para se classificar às oitavas de final da Liga dos Campeões.

O jogo – O Paris Saint-Germain começou a partida a todo vapor. Logo aos cinco minutos, Neymar, Mbappé e Di María fizeram ótima triangulação, e o argentino pegou em cheio na bola, de fora da área, para dar o primeiro susto no goleiro Alisson, que se esticou todo para fazer a defesa. No minuto seguinte, Neymar novamente participou de grande oportunidade de gol dos donos da casa, cruzando para Thiago Silva cabecear à queima-roupa, mas o árbitro marcou impedimento erroneamente, impedido o prosseguimento da jogada.

Com a grande pressão do PSG, foi só questão de tempo para que Alisson acabasse sofrendo um gol. Aos 12 minutos, depois de cruzamento rasteiro de Mbappé, a bola foi rebatida por Van Dijk, que a jogou nos pés de Bernat. O lateral-esquerdo invadiu a área, costurou a marcação e bateu de direita, contando com o desvio da defesa, para vencer o goleiro brasileiro e abrir o placar para o Paris Saint-Germain.

A velocidade alucinante do ataque ainda rendeu mais frutos para o PSG antes do fim do primeiro tempo. Aos 36 minutos, Neymar saiu em contra-ataque e tocou em profundidade para Mbappé, que, livre, chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para Cavani. O atacante uruguaio chegou a finalizar, mas foi travado por Alisson. No rebote, a bola sobrou nos pés do camisa 10 brasileiro, que tocou no cantinho e correu para o abraço para comemorar o fato de ter se tornado o maior artilheiro brasileiro da história da Liga dos Campeões.

Já nos acréscimos, porém, o Liverpool descontou. Após Mané ser derrubado por Di María dentro da área, o árbitro indicou apenas escanteio para o time visitante, mas instantes depois ele voltou atrás e apontou para a marca da cal, marcando pênalti. Milner foi para a cobrança e bateu no canto oposto de Buffon, diminuindo a vantagem dos adversários.

No segundo tempo o Paris Saint-Germain não se acomodou e até retomou a vantagem de dois gols para o Liverpool no primeiro minuto, mas o árbitro anulou o gol de Marquinhos, que apareceu para desviar a falta cobrada de Di María em posição irregular.

Aos 23, nova oportunidade com Marquinhos, desta vez legítima. Neymar cobrou escanteio pela direita e mandou na cabeça do zagueiro improvisado como volante, que subiu mais alto que seus marcadores e exigiu excelente defesa de Alisson.

Nos minutos finais, o Liverpool ainda tentou ir com tudo para o ataque, adotando uma postura bastante agressiva, mas Thiago Silva e Marquinhos foram irretocáveis na defesa para frear o ímpeto de Salah e companhia e garantir o importante triunfo do Paris Saint-Germain no Parque dos Príncipes.

Gazeta Esportiva