João Pessoa 27/05/2019

Início » Esporte » Nico López brilha, Inter bate Alianza Lima e segue 100% na Libertadores

Nico López brilha, Inter bate Alianza Lima e segue 100% na Libertadores

Não poderia ser melhor! Em seu segundo compromisso na Libertadores, o Inter contou com atuação perfeita do uruguaio Nico López para vencer, por 2 a 0, a equipe do Alianza Lima, do Peru, no Beira-Rio. Com a vitória, o Colorado segue 100% na competição continental e lidera, com tranquilidade, o Grupo A, com seis pontos. A equipe peruana, por sua vez, segue sem saber o que é vencer e aparece na terceira posição, com apenas um. Brilho uruguaio.

A pressão foi colorada nos primeiros minutos de partida no Beira-Rio. Logo aos dois minutos, a primeira grande chance. Patrick passou para Rafael Sóbis, que serviu Iago na área. O lateral-esquerdo bateu firme e obrigou Gallese a espalmar para fora. O jogo intenso do Inter não demorou a ser premiado. Pouco depois, Nico López recebeu bom passe de William Pottker, ajeitou e bateu no canto, com categoria, abrindo o placar para os donos da casa. A resposta peruana fez brilhar a estrela de Marcelo Lomba.

Aos 14, após confusão na área colorada, Ugarriza chutou forte e Lomba operou um verdadeiro milagre para impedir o empate do Alianza Lima. Mas a noite era mesmo de Nico. Desta vez com passe de Sóbis, o uruguaio driblou o primeiro marcador, se livrou do segundo e bateu firme. O camisa 7 ainda contou com desvio na defesa para marcar o segundo gol do Inter, e o segundo dele no confronto. A nota triste da primeira etapa foi a lesão de Patrick, que acabou sentindo muitas dores na virilha esquerda e deixou o gramado para dar lugar ao Nonato.

O volante foi bastante aplaudido pelos torcedores em sua saída. Inter administra e garante a vitória A intensidade colorada da primeira etapa deu lugar à calmaria. Os comandados de Odair Hellman tiraram o pé do acelerador e passaram a administrar o resultado, deixando o Alianza ter a posse, à espera de um erro para decretar a vitória. Pensando nisso, o comandante do Internacional mandou a campo toda a experiência do argentino D’Alessandro, que entrou na vaga do atacante William Pottker.

Mesmo sem forçar o jogo, o Inter continuou controlando as ações sem sofrer nenhum risco. Rafael Sóbis era quem mais buscava o jogo, o camisa 23 era o dono das bolas paradas. Depois de muito tentar, o atacante foi substituido, ovacionado, por Pedro Lucas. Os instantes finais só confirmaram a boa fase do Colorado na Libertadores. O time da casa seguiu com a marcação ajustada, aguardando o apito final do árbitro. E ele veio. Fim de jogo e vitória do Internacional.

O Gol