"Ninguém saiu vencedor desta crise política", declara Obama após acordo - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

“Ninguém saiu vencedor desta crise política”, declara Obama após acordo

obama 12121O presidente norte-americano Barack Obama declarou na tarde desta quinta-feira que não houve nenhum vencedor na crise política que acaba de ser resolvida temporariamente no país, com o acordo entre democratas e republicanos que possibilitou a elevação do teto da dívida. Obama alertou que tais disfunções políticas encorajam os “inimigos” e enfraquecem os amigos dos Estados

No mesmo dia da assinatura da lei votada no Senado americano para a elevação do teto da dívida, evitando um calote histórico por default de pagamento, Barack Obama fez uma declaração em um tom marcado pela severidade. Ele pediu aos deputados e senadores que parem de se confrontar e votem um orçamento a longo prazo para dar mais segurança ao mercado.

O presidente democrata sugeriu aos seus adversários republicanos o abandono da estratégia da “corda no pescoço” que ameaça a economia e estremece a confiança do povo americano em seu próprio governo. Ele pediu aos deputados republicanos da Câmara dos Representantes que se alinhem à reforma da imigração já adotada pelo Senado (de maioria democrata) e desbloqueiem uma lei sobre a agricultura.

“Vamos ser claros, não tem nenhum vencedor aqui. Estas últimas semanas deram um prejuízo totalmente gratuito à nossa economia e afetaram a nossa credibilidade no mundo”, disse o presidente.

Acordo

O acordo autoriza gastos do governo até o dia 15 de janeiro e eleva o teto do endividamento americano, que nesta quarta-feira era de US$16.7 trilhões. As agências de classificação de risco estimam que as duas últimas semanas custaram US$24 bilhões à primeira economia mundial.