No aniversário de fundação do Ceará, Santos estraga festa no Castelão e vai à liderança do Brasileiro

No aniversário de fundação do Ceará, Santos estraga festa no Castelão e vai à liderança do Brasileiro

No dia em que comemora 105 anos de fundação, o Ceará recebeu o Santos, na Arena Castelão, para dar continuidade à boa fase que vive na temporada. Em clima de festa, o Vozão até tentou pressionar, mas do outro lado estava o Peixe, de Jorge Sampaoli, que dominou a posse de bola e, com gol de Eduardo Sasha, venceu, por 1 a 0.

Com a vitóra, a equipe paulista chega a 14 pontos e assume a liderança do Campeonato Brasileiro. O topo ainda pode ser tomado pelo Palmeiras, que ainda joga na rodada. Já o Vozão, com o revés, interrompe uma sequência de bons resultados e figura na décima primeira posição, com nove.  Domínio falso Apesar de estar jogando fora de casa, foi do Santos a pressão inicial.

Com mais posse de bola, o Peixe pressionou a saída de bola do Ceará e intensificou suas ações ofensivas, principalmente pelo lado direito. O domínio santista não impediu que a primeira finalização perigosa do confronto fosse do Vozão. Aos oito, Fernando Sobrar saiu em velocidade, passou pela marcação e bateu forte, obrigando Everson a fazer grande defesa e impedir o primeiro gol de seu ex-clube.

O panorama seguiu o mesmo durante toda a primeira etapa. O time paulista tinha mais a pelota nos pés, mas não conseguia criar espaços diante de uma defesa sólida. Já do lado mandante as idas para o ataque eram objetivas, sempre levando perigo à meta adversária. Estreante da tarde, Fernando Uribe, ex-Flamengo, foi o responsável pela única tentativa mais incisiva da equipe de Jorge Sampaoli nos primeiros 45 minutos.

Mas a tentativa de letra do atacante parou nas mãos de Diogo Silva. Já o Vovô teve mais algumas oportunidades. Primeiro com João Lucas, que recebeu de Sobral e mandou pela linha de fundo. Depois com Thiago Galhardo, que fez bela jogada individual, bateu forte e tirou tinta da trave. Sasha resolve para o Peixe Assim como na primeira etapa, foi do Ceará a primeira oportunidade na volta do intervalo.

Thiago Carvalho tentou cruzamento, a zaga afastou e, na sobra, Bergson pegou de primeira e mandou por cima. A resposta santista foi letal. Aos seis, Jean Mota passou para Felipe Jonatan. O lateral, que acabara de entrar, rolou para Sánchez utilizar de sua extrema categoria e descolar um cruzamento milimétrico para Eduardo Sasha, que, de cabeça, abriu o placar na Arena Castelão.

Atrás do marcador, restou ao Vozão partir para o abafa em busca do empate. E ele quase veio. Aos 16, após erro na saída de Everson, a bola se ofereceu para Thiago Galhardo, que tentou por cobertura e acertou o travessão.  Nos minutos finais, Jorge Sampaoli promoveu a estreia de Marinho, que veio do Grêmio e que também já atuou pelo Ceará.

Com poucos minutos em campo, o atacante quase fez valer a lei do ex, após aproveitar sobra na área, mas Diogo Silva fez a defesa. O time da casa ainda tentou um último fôlego nos acréscimos, mas a bola não entrou.

O Gol