No apagar das luzes, Grêmio vence CSA em Porto Alegre e entra no G4 do Brasileiro

Em grande ascensão no Campeonato Brasileiro, o Grêmio recebeu o CSA, em Porto Alegre, e não teve vida fácil. O gol no início trouxe uma falsa tranquilidade para o Imortal. O relaxamento gremista custou o gol de empate aos 44 do segundo tempo. Porém, nos acréscimos, os gaúchos contaram com gol contra de Ronaldo Alves para garantirem o triunfo: 2 a 1.

Com o resultado, o time comandado por Renato Gaúcho chega a 53 pontos, emplaca sua quarta vitória consecutiva no Brasileirão e fecha a 31ª rodada dentro do G4. Do outro lado, em situação completamente inversa, o Azulão do Mutange se mantém no Z4, com 29, na antepenúltima posição.

Grêmio controla e sai na frente O Grêmio teve a posse de bola e começou bem a partida, sufocando a equipe alagoana. Logo aos cinco, Luciano bateu rasteiro e a bola cruzou a pequena área do CSA. Ninguém chegou pra finalizar. Na segunda chegada, pouco depois, Everton cebolinha encontrou Diego Tardelli na área.

De chapa, o atacante tricolor abriu o placar em Porto Alegre. Depois de inaugurar o marcador, o time comandado por Renato Portaluppi ainda teve uma grande chance para ampliar a vantagem. Alisson recebeu de Luciano e obrigou João Carlos a fazer grande defesa. Da metade para o fim da primeira etapa, os mandantes diminuíram o ritmo.

O Azulão do Mutange, em uma das poucas descidas ao ataque, assustou em jogada de Euller e Didira. O lateral finalizou com muito perigo, e tirou tinta da trave defendida por Paulo Victor. Tricolor leva susto, mas garante a vitória nos acréscimos Na segunda etapa, o Grêmio não mudou sua postura, e seguiu com paciência trocando passes.

Mesmo com o controle gremista, a primeira grande chance foi alagoana. Aos 12, Euller mandou bola na área, Alan Costa tocou de cabeça e a defesa do Grêmio cortou mal. Na sobra, Jean Cléber encheu o pé e Paulo Victor fez uma linda defesa. O tempo foi passando e o jogo seguiu morno, sem grandes oportunidades de perigo para ambos os lados.

O time visitante, mesmo com limitações, foi quem mais buscou espaços no ataque. Nos minutos finais, o Tricolor chamou o CSA para o seu campo e levou o empate. Aos 44, Rafinha cobrou falta frontal, a barreira abriu e a bola morreu no fundo das redes. Já nos acréscimos, o Imortal se lançou ao ataque e conseguiu a vitória.

Everton cruzou da esquerda, Luciano fechou na área e Ronaldo Alves cabeceou contra o próprio patrimônio, decretando o triunfo gremista em Porto Alegre.

O Gol