João Pessoa 09/12/2018

Início » Cidades » No Paraguai, polícia mata três brasileiros ligados ao CV; presidente Mario Abdo comemora

No Paraguai, polícia mata três brasileiros ligados ao CV; presidente Mario Abdo comemora

Presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez (à direita), elogiou a operação

A polícia paraguaia realizou uma operação em uma casa em Puerto Franco, a 330 quilômetros de Assunção, na Tríplice Fronteira entre Paraguai, Brasil e Argentina, na última quarta-feira (24). Ao entrar no local, os ocupantes reagiram e acabaram sendo mortos pelos oficiais. De acordo com o procurador Hugo Volpe, eles eram brasileiros e teriam ligações com a facção criminosa Comando Vermelho, do Rio de Janeiro.

“Um dos brasileiros mortos tinha um (fuzil) AK-47 em seu poder e outro, um AR-15 calibre 5.56. O terceiro estava com uma pistola”, afirmou. Na casa ainda foram descobertas outras armas e cerca de 30 quilos de dinamite em gel.

Os criminosos estavam planejando o resgate de Marcelo Pinheiro Veiga, mais conhecido como Marcelo Piloto, um dos chefes do CV, preso no Agrupamento Especializado da Polícia em Assunção. A identificação dos mortos está sendo feita com a polícia brasileira.

“Seguimos combatendo o crime organizado em todas as suas expressões e lugares”, comemorou no Twitter o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez.

Seguimos combatiendo el crimen organizado en todas sus expresiones y en todos los rincones! Felicitaciones a la Policía Nacional por el operativo en Presidente Franco!

*Com informações do Estadão Conteúdo