João Pessoa 19/09/2018 06:41Hs

Início » Notícias » Confirmada relação do Zika com caso de hidranencefalia na BA

Confirmada relação do Zika com caso de hidranencefalia na BA

Conceituada revista internacional sobre doenças tropicais publicou um artigo confirmando a ligação

hidronencefaliaUma conceituada revista internacional sobre doenças tropicais publicou um artigo confirmando a ligação entre o vírus Zika e o caso de morte de um feto com hidranencefalia na Bahia. A condição é rara e se caracteriza quando parte do crânio do bebê é preenchida por líquido com ausência da maior parte do cérebro.

O caso foi registrado em Salvador, no Hospital Roberto Santos, mas a mãe, de 20 anos, mora no interior da Bahia, em cidade ainda não divulgada pela equipe médica. O que vem causando a preocupação dos estudiosos é que, além da ligação com o Zika, a mãe não registrou nenhum sintoma ou diagnóstico do vírus que foi encontrado no organismo do bebê. A mulher teve a confirmação de microcefalia e hidranencefalia na 26ª semana de gestação e sofreu aborto espontâneo na 32ª semana.

Segundo o artigo, o feto apresentava um peso muito abaixo do comum para a idade da gestação. Além dos danos na cabeça, o bebê também apresentava hidrofisia, quando o resto do corpo também tem líquido. Com esses estudos, os cientistas confirmam a ligação do Zika com a hidranencefalia, hidrofisia, a morte fetal, além da microcefalia, que já tinha a associação com o vírus confirmada.