João Pessoa 22/05/2019

Início » Destaque » Novo presidente do Inep defende formar “cidadões” em discurso de posse

Novo presidente do Inep defende formar “cidadões” em discurso de posse

Ao assumir o cargo, Rodrigues se torna responsável pela organização e elaboração das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

Marcus Vinicius Rodrigues, nomeado presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nessa quinta-feira (24/1), escorregou no português durante o discurso de posse. Ao falar sobre o Enem, Rodrigues disse que a prova será eficaz na formação de “cidadões (sic) íntegros, éticos, com conhecimento e trabalhadores”.

O trecho do discurso com o erro de português do atual presidente do Inep foi exibido no Jornal Nacional da TV Globo e ganhou a internet. O deslize na forma de falar “cidadãos” não passou despercebido e teve grande repercussão nas redes sociais.

Ao assumir o cargo, Rodrigues se torna responsável pela organização e elaboração das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo ele, a prova passará por uma revisão e ele não descarta a possibilidade de ver as provas antes, algo que não era praxe entre os antecessores. “Uma coisa é não ser de praxe, outra é não ser legal. O presidente do Inep tem autoridade para ver a prova”, disse nessa quinta a jornalistas.

Durante o discurso de posse, além do erro de português, Rodrigues também afirmou que o país precisa de um novo formato de escola, livre do que ele chamou de posturas ideológicas.

“Uma nova escola que tenha resistência a ideologias e crenças inadequadas ou inconsequentes. Algumas com origens em interpretações superficiais, de pseudointelectuais ou de um oportunismo político-partidário, que levou o nosso país a uma situação insustentável”, afirmou.

Rodrigues já publicou 11 livros, é ex-professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e tem doutorado em Engenharia da Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Metrópoles