OAB-PB é condenada a pagar mais de R$ 150 mil a ex-servidora que denunciou assédios sexual e moral

OAB-PB é condenada a pagar mais de R$ 150 mil a ex-servidora que denunciou assédios sexual e moral

Lanusa do Monte foi demitida do cargo de secretária na OAB-PB após 20 anos de serviço, ao denunciar o caso (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

O juiz da 8ª Vara do Trabalho, Rômulo Tinoco, condenou a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Paraíba a pagar indenização de R$ 157 mil a uma servidora que denunciou o então secretário geral da instituição, Assis Almeida, por assédio moral e sexual. Atualmente, ele ocupa o cargo de presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Paraíba.

Lanusa do Monte foi demitida do cargo de secretária na OAB-PB após 20 anos de serviço, ao denunciar o caso. O caso tramita em segredo de Justiça.

Sabe-se que foi estabelecido o valor de R$ 50 mil por assédio sexual, R$ 30 mil por assédio moral e R$ 77 mil por verbas trabalhistas.

Ainda cabe recurso contra a decisão.

ClickPB